Botafogo é condenado a pagar R$ 600 mil a Cortez, do Grêmio, em até 48 horas e sofre risco de penhora

89 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Bruno Cortez - Botafogo
Fábio Castro/AGIF/Botafogo

Na tarde da última quinta-feira, o Botafogo foi condenado a pagar R$ 630.660,67 para o lateral-esquerdo Bruno Cortez, do Grêmio. A sentença é do Juiz José Monteiro Lopes, da 36ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT-1). No despacho, está escrito que a presente execução “já transitou em julgado”. Essa é a expressão utilizada para quando não se pode mais recorrer da decisão.

Cortez chegou ao Botafogo depois de se destacar pelo Nova Iguaçu no Campeonato Carioca de 2011. Pelo time de General Severiano, disputou 32 partidas. O bom desempenho, inclusive, rendeu uma convocação do até então técnico Mano Menezes para a Superclássico das Américas, contra a Argentina.

CONFIRA O DESPACHO NA ÍNTEGRA:

Intime-se o réu a depositar o valor homologado em 48 horas, sob pena depenhora on line.

Considerando-se os termos da manifestação da ré, entendo que a presente execução já transitou em julgado. RIO DE JANEIRO/RJ, 22 de julho de 2021.

Fonte: Yahoo! Esportes

Notícias relacionadas