Botafogo vive dilema entre marca própria de uniforme e fornecedoras tradicionais: ‘Desempenho financeiro atual está abaixo do esperado’

59 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Camisa Kappa Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

Atualmente parceiro da Kappa, desde 2019, o Botafogo tem uma indefinição interna sobre ter marca própria de uniforme ou seguir com fornecedoras tradicionais. A informação é de “O Globo”.

Apesar de estar em conversas por renovação com a Kappa, o Botafogo não descarta ter marca própria, o que vem crescendo no futebol brasileiro e representa 37,5% dos clubes das Séries A e B.

A razão é que as fornecedoras tradicionais já não investem tanto quanto no passado, quando incluíam luvas e mínimo garantido. Os novos acordos têm como base os percentuais de vendas de camisas.

No clube alvinegro, a certeza é que é possível lucrar mais com uniformes.

– A definição será pautada pelo entendimento de que o novo formato deverá ter condições mais favoráveis, com performance satisfatória e garantias de distribuição, uma vez que o desempenho financeiro atual está abaixo do esperado – afirmou o clube, em nota.

Fonte: Redação FogãoNET e O Globo

Notícias relacionadas