Botafogo espera multiplicar receitas na volta à Série A; folha passará de R$ 5 milhões

55 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Bandeira do Botafogo no escanteio do Estádio Nilton Santos
Vítor Silva/Botafogo

Garantido na Série A de 2022, o Botafogo espera potencializar suas receitas e conseguir pelo menos R$ 40 milhões a mais do que na última vez que disputou a elite, em 2020. Os valores constam nas projeções enviadas à Justiça no Regime Centralizado de Execuções, divulgado pelo “GE”.

Em premiações, por exemplo, o clube projeta arrecadar pelo menos R$ 21 milhões, considerando os mesmos valores pagos aos clubes em 2021. O Glorioso tem como metas mínimas o 14º lugar no Brasileirão, a semifinal do Campeonato Carioca e as oitavas de final da Copa do Brasil.

Outra rubrica que vai crescer é a de direitos de transmissão, já que na Série B os valores são muito menores do que na Primeira Divisão. O clube ainda espera arrecadar mais com o Estádio Nilton Santos, o plano de sócios “Camisa 7” e a comercialização dos fan tokes, por exemplo.

Paralelamente, por estar na Primeira Divisão e com a necessidade de pelo menos se manter lá, o Botafogo terá que gastar mais no futebol. Segundo a reportagem do “GE”, a folha salarial mensal do departamento – que foi de R$ 2 milhões nesta temporada – deve passar dos R$ 5 milhões em 2022.

Fonte: Redação FogãoNET e GE

Notícias relacionadas