Botafogo responde questionamento sobre valor do plano de sócio-torcedor com direito a voto, já com quase 100 adesões

33 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Botafogo responde questionamento sobre valor do plano de sócio-torcedor com direito a voto, já com quase 100 adesões
Vitor Silva/Botafogo

O Botafogo respondeu na última sexta-feira o questionamento feito pelo grupo “Botafogo Sem Medo” sobre o valor de R$ 149,90 do plano de sócio-torcedor “Glorioso”, que dá direito a voto nas eleições presidenciais após dois anos de adesão. O documento foi divulgado pelo site “ge.globo”.

Plano mais caro do recém-lançado programa de sócios “Camisa 7“, o “Glorioso” já teve uma adesão de quase cem pessoas, segundo o clube. Na explanação, o Botafogo disse que detectou “a existência de um público-alvo para esta faixa de preço” e que a intenção era “democratizar o clube e tornar a opção de voto presidencial mais ágil, fácil e em equilíbrio com outras modalidades”.

A precificação parte da oferta inicial, o Plano Branco. Nele foi realizado um reajuste conforme a inflação do período – medida pelo IGP-M. As 3 ofertas seguintes foram escalonadas sob a ótica da escada de preço – 2x, 4x, 8x – sendo X o preço da oferta de entrada. A adoção de 4 ofertas segue o princípio de diversificação de produtos sem criar a paralisia da escolha“, diz o documento.

A projeção inicial era de 5% dos planos comercializados estarem posicionados nesta faixa de preço (plano Glorioso). Os primeiros resultados demonstram que, superando as expectativas, 10% dos novos contratos estão concentrados no Plano Glorioso. É um número animador caso seja mantida tal distribuição, com uma receita mais do que valiosa para o fluxo de caixa“, completa a carta.

O documento é assinado pelo presidente do clube, Durcesio Mello, e pelo CEO, Jorge Braga. Confira a íntegra da resposta:

Fonte: Redação FogãoNET e ge.globo

Notícias relacionadas