BOTAFOGO VESTE AZUL, VENCE VILA NOVA COM SUFOCO NO FIM E VOLTA A COLAR NO G-4

139 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Botafogo x Vila Nova
Vitor Silva/Botafogo

De camisa azul e com um sufoco desnecessário no fim, o Botafogo fez o dever de casa e derrotou o Vila Nova por 3 a 2 na manhã deste domingo, no Estádio Nilton Santos, na abertura do returno da Série B. O Glorioso foi aos 32 pontos e assumiu provisoriamente a quinta posição, diminuindo a distância para o G-4 para só um pontinho.

A vitória alvinegra debaixo de um forte sol no Rio de Janeiro começou a ser construída logo no começo, aos três minutos, numa belíssima jogada coletiva. Marco Antônio enfiou na direita, Pedro Castro foi à linha de fundo e cruzou na cabeça de Chay. A bola bateu na trave, no goleiro Georgemy e entrou: 1 a 0.

O gol do Botafogo obrigou o Vila Nova a se lançar para o ataque. Só que não. A equipe goiana seguiu retraída, e o Glorioso foi rodando o jogo com tranquilidade em busca de espaços. E fez o segundo aos 20 minutos: Carli descolou lindo lançamento para Hugo na esquerda, o lateral cruzou rasteiro e Rafael Navarro, de carrinho, fez 2 a 0.

A partida continuou à feição para o Botafogo, que controlou muito bem a partida. O Vila Nova foi ameaçar só nos acréscimos do primeiro tempo. Aos 48, Dudu cobrou falta com perigo e a bola passou perto do ângulo direito. No lance seguinte, Allan Grafite arriscou de fora da área, mas o chute saiu forte demais e não levou perigo.

O Vila Nova voltou para o segundo tempo muito mexido para tentar uma reação, mas o Botafogo logo fez o terceiro. Diego Gonçalves invadiu a área, entortou o zagueiro Rafael Donato e foi derrubado. O próprio Diego Gonçalves cobrou o pênalti com força e fez 3 a 0, aos 12 minutos.

O jogo ficou tranquilo, mas o Vila Nova conseguiu diminuir aos 19: Warley perdeu bola na frente, os goianos desceram rápido e Lucas Mazetti cruzou da direita para Clayton finalizar junto com Alesson e marcar 3 a 1.

Até pelo forte calor e pelas substituições, o Botafogo caiu um pouco na parte final, mas poderia ter feito o quarto gol com Warley, aos 28. O atacante, porém, demorou um pouco a finalizar e deu o tempo para Georgemy reagir e salvar o lance.

O Vila Nova tentou aumentar a pressão nos minutos finais. O Botafogo, por sua vez, ainda teve dois pênaltis não marcados… Nos acréscimos, Rafael Donato diminuiu o prejuízo dos visitantes, após cobrança de escanteio. Aos 51, Dudu acertou a trave e, aos 52, Kelvin acertou o poste, num sufoco desnecessário. Mas o Glorioso acabou conseguindo segurar a vitória e os três pontos.

Próximos jogos do Botafogo

O Botafogo volta a campo agora apenas na sexta-feira para visitar o líder Coritiba, às 21h30, no Estádio Couto Pereira. Uma semana depois, dia 4 de setembro, mais um jogo fora de casa, contra o Remo, às 16h30, no Baenão, em Belém.

Banner de produtos com frete grátis na loja do FogãoNET: carteira, bolsa de academia e máscaras

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 3 X 2 VILA NOVA

Estádio: Nilton Santos
Data-Hora: 22/08/2021 – 11h
Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim (AL)
Assistentes: Esdras Mariano de Lima Albuquerque (AL) e Brígida Cirilo Ferreira (Fifa/AL)
VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)
Renda e público: Portões fechados
Cartões amarelos: Kanu e Rafael Moura (BOT)
Cartões vermelhos:
Gols: Chay 3’/1ºT (1-0), Rafael Navarro 20’/1ºT (2-0), Diego Gonçalves 13’/2ºT (3-0), Clayton 20’/2ºT (3-1) e Rafael Donato 46’/2ºT (3-2)

BOTAFOGO: Diego Loureiro; Daniel Borges, Carli (Gilvan 42’/2ºT), Kanu e Hugo (Jonathan Silva 25’/2ºT); Barreto, Pedro Castro e Chay (Matheus Frizzo 25’/2ºT); Marco Antônio, Rafael Navarro (Rafael Moura 17’/2ºT) e Diego Gonçalves (Warley 17’/2ºT) – Técnico: Luis Fernando Flores.

VILA NOVA: Georgemy; Renato, Rafael Donato e Xandão (Arthur Rezende – Intervalo); Lucas Mazetti, Dudu, Moacir (Pedro Bambu 34’/2ºT), Renan Mota (Kelvin – Intervalo) e Bruno Collaço; Alesson (Johnatan Cardoso 34’/2ºT) e Alan Grafite (Clayton – Intervalo) – Técnico: Hemerson Maria.

VÍDEO | Gols e melhores momentos:

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas