Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

DESANIMADOR… BOTAFOGO SAI NA FRENTE, MAS PERDE PARA O BRUSQUE DE VIRADA

442 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Daniel Borges - Brusque x Botafogo
Lucas Gabriel Cardoso/O Cancheiro

Nada mudou… O Botafogo mandou Marcelo Chamusca embora, colocou Ricardo Resende como técnico interino, mas perdeu mais uma partida de virada na Série B ao ser superado pelo Brusque por 2 a 1 na noite deste sábado, no Estádio Augusto Bauer. O Glorioso segue sem vencer fora de casa, completou quatro partidas na seca e caiu para 13º, com 13 pontos, aproximando-se perigosamente do Z-4 – por incrível que pareça.

Num estádio acanhado e com o gramado muito enlameado, o Botafogo optou por esperar o Brusque errar para sair nos contra-ataques. A equipe da casa teve uma boa chance no começo, com Thiago Alagoano cabeceando com perigo. Mas o Glorioso aos poucos foi produzindo as melhores jogadas, sem sofrer defensivamente.

Aos 21 minutos, Rafael Navarro fez a primeira boa jogada pela esquerda, mas o chute amorteceu na defesa. Sete minutos depois, saiu o gol alvinegro com uma pitada de sorte. Marco Antônio cobrou escanteio, Rafael Navarro cabeceou, a bola ricocheteou em Kanu e voltou para o camisa 99 finalizar. No meio do caminho, Diego Gonçalves desviou e a rede balançou: Botafogo 1 a 0.

À frente do placar, o Botafogo teve um jogo mais à feição para contra golpear o Brusque, que tentou mais jogar com a boca e na pressão em cima da arbitragem – que, por sinal, não caiu na pilha. Aos 36 minutos, o Glorioso quase ampliou: Chay enfiou para Diego Gonçalves, que chutou e Zé Carlos conseguiu salvar.

No segundo tempo, o Botafogo tentou se fechar mais e conseguia segurar bem as investidas do Brusque. O Alvinegro teve a chance de “matar” o jogo aos 25: Chay cruzou e Rafael Moura, livre, cabeceou para a defesa de Zé Carlos. No rebote, Warley chutou por cima. Aí veio o castigo pouco depois. Aos 28, após cruzamento da esquerda, Edu cabeceou, Diego Loureiro conseguiu tocar na bola, ela ainda foi na trave e sobrou limpa para Thiago Alagoano empatar: 1 a 1.

O Botafogo esperou sofrer o gol para atacar novamente, mas se desorganizou ainda mais e levou a virada. Aos 42 minutos, Thiago Alagoano recebeu no meio e enfiou para o artilheiro Edu, que infiltrou livre e só deslocou o goleiro Diego Loureiro: 2 a 1. Nos acréscimos, Thiago Alagoano ainda quase fez o terceiro, perdendo um gol inacreditável dentro da pequena área. O momento do Botafogo é desanimador.

Próximos jogos

O Botafogo volta a campo já na próxima terça-feira para receber o Goiás, às 19h, no Estádio Nilton Santos. Depois, sábado que vem, o Glorioso vai ao Nordeste para enfrentar o Confiança, no Batistão, em Aracaju, às 16h30.

FICHA TÉCNICA
BRUSQUE 2 X 1 BOTAFOGO

Estádio: Augusto Bauer
Data-Hora: 17/07/2021 – 19h
Árbitro: Ivan da Silva Guimarães Junior (AM)
Assistentes: Marcos Santos Vieira (AM) e Uesclei Regison Pereira dos Santos (AM)
Renda e público: Portões fechados
Cartões amarelos: Ianson, Éverton Alemão, Garcez e Airton (BRU); Pedro Castro (BOT)
Cartões vermelhos:
Gols: Diego Gonçalves 28’/1ºT (0-1), Thiago Alagoano 28’/2ºT (1-1) e Edu 42’/2ºT (2-1)

BRUSQUE: Zé Carlos; João Carlos (Toty 12’/2ºT), Ianson (Claudinho 27’/1ºT), Éverton Alemão e Airton; Zé Mateus, Rodolfo Potiguar (Gabriel Taliari 12’/2ºT, depois Fio 21’/2ºT), Garcez (Diego Mathias 12’/2ºT) e Bruno Alves; Thiago Alagoano e Edu – Técnico: Jerson Testoni.

BOTAFOGO: Diego Loureiro; Daniel Borges (Warley 19’/2ºT), Kanu, Lucas Mezenga e Rafael Carioca; Barreto, Pedro Castro (Ênio 30’/2ºT) e Chay; Marco Antônio (Rickson – Intervalo), Rafael Navarro (Rafael Moura 16’/2ºT) e Diego Gonçalves – Técnico: Ricardo Resende.

VÍDEO | Gols e melhores momentos de Brusque 2×1 Botafogo:

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas
Comentários