Com a confiança de John Textor, Luís Castro terá semanas decisivas no Botafogo

101 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Com a confiança de John Textor, Luís Castro terá semanas decisivas no Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

O técnico Luís Castro vem mostrando a cada mau resultado pelo Botafogo que o processo é de transição e que o Alvinegro está passando por uma reconstrução. O dono do futebol do clube, John Textor, confia demais no treinador, que lida com a pressão dos torcedores. Apesar disso, as próximas semanas têm tudo para serem decisivas para o português.

Hoje o Botafogo soma 26 pontos, apenas três a mais do que o Avaí, que abre a zona de rebaixamento do Brasileirão. Mas, independentemente do que acontecer no próximo fim de semana, por conta da tabela, não existe a possibilidade de o Glorioso ingressar no Z4.

O equilíbrio do Campeonato Brasileiro e as dificuldades de os times de baixo de subirem na tabela estão ajudando Luís Castro, principalmente porque o técnico vinha encarando um processo com muitos jogadores lesionados.

Um fator que ajuda o treinador é a chegada de reforços: o time contratou dez nomes nesta janela de transferências. Chegaram o goleiro Lucas Perri, o lateral esquerdo Marçal, o zagueiro Adryelson, o volante Danilo Barbosa, os meias Eduardo e Gabriel Pires e os atacantes Luís Henrique, Jacob Montes, Tiquinho Soares e Júnior Santos.

Mas o treinador alertou para a empolgação: “Vamos precisar integrá-los aos poucos. Botar alguns para jogar. Entretanto, estão em estágios físicos diferentes e isso pede tempo”.

Na primeira janela, foram 11 reforços e alguns deles ainda não entregaram até hoje o que podem. Chegaram naquela ocasião: o lateral direito Saravia, os zagueiros Victor Cuesta e Philipe Sampaio, os volantes Luís Oyama, Tchê Tchê e Patrick de Paula, os meias Lucas Fernandes e Lucas Piazon e os atacantes Victor Sá, Vinícius Lopes e Gustavo Sauer.

Com 21 contratações no total para o Brasileirão, Castro está tendo que montar um elenco inteiro e com o torneio em andamento. “Com bons resultados, temos tranquilidade. Mas a culpa será sempre minha”, costuma dizer o comandante sobre este processo.

Castro precisa de tempo. Textor quer dar. Resta saber se o Alvinegro terá essa paz para trabalhar. O Botafogo volta a campo pelo Campeonato Brasileiro somente no domingo, às 11 horas (de Brasília), quando visita o Juventude no Estádio Alfredo Jaconi. O clube carioca corre contra o tempo para escalar todos os reforços.

Fonte: Gazeta Esportiva

Notícias relacionadas