Comentarista: ‘Desfalques de Cuesta e Marçal cobraram preço alto ao Botafogo. Substitutos não estiveram à altura’

37 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Comentarista: ‘Desfalques de Cuesta e Marçal cobraram preço alto ao Botafogo. Substitutos não estiveram à altura’
Vítor Silva/Botafogo

A campanha do Botafogo como mandante no Campeonato Brasileiro não é boa. Em 15 jogos, foram apenas quatro vitórias. Nesta segunda-feira, o time perdeu por 3 a 1 para o Palmeiras, no Estádio Nilton Santos. Para o comentarista Martín Fernandez, no “Redação SporTV”, um dos principais problemas foi a ausência de dois jogadores importantes.

– O Botafogo é o segundo melhor visitante, mas em casa é uma tragédia. Maltratou muito sua torcida recentemente. Ontem o Botafogo se defendeu muito mal, o Palmeiras criou muito, chances claras, estava fácil. Os desfalques de Victor Cuesta e Marçal cobraram preço alto. Os substitutos não conseguiram estar à altura, jogaram Hugo e Kanu. Isso foi determinante para a defesa do Botafogo – disse Martín Fernandez.

Já o narrador Milton Leite preferiu pregar cautela e manter paciência com o Botafogo.

– O ano do Botafogo é diferente, volta da Série B, SAF se desenvolvendo, é difícil dizer isso para o torcedor, mas ele devia pensar um pouco mais a longo prazo. Porque o processo que está se formando é que volte o Botafogo a ser forte no espaço de meio-tempo aí. Sofreu nos últimos anos com más administrações e escolhas erradas, está tentando encontrar caminho na SAF. Para o Botafogo, disputar a Primeira Divisão esse ano é passar sem sustos, para ir formando time forte para os próximos anos. Mas é difícil dizer para o torcedor ter calma. Olhando do ponto de vista pragmático, está tentando construir um caminho diferente dos últimos anos – comentou Milton Leite.

Fonte: Redação FogãoNET e SporTV

Notícias relacionadas