Comentarista destaca diferenças entre Enderson e Chamusca no Botafogo: ‘Torcida sabe o time que vai jogar’

21 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Comentarista destaca diferenças entre Enderson e Chamusca no Botafogo: ‘Torcida sabe o time que vai jogar’
Vitor Silva/Botafogo

O Botafogo mudou da água para o vinho após a saída de Marcelo Chamusca e a chegada de Enderson Moreira. Com o atual treinador, foram 11 vitórias em 14 jogos, levando o Glorioso à vice-liderança da Série B. No programa “Redação SporTV”, o comentarista Arthur Dapieve discorreu sobre a diferença dos dois trabalhos.

– Essa mudança de técnico foi notável, o desempenho do Chamusca para o do Enderson é muito diferente. Ele arrancou e conseguiu inclusive manter a estabilidade nas oscilações que são naturais. Nas duas derrotas sob o comando dele, o time se reequilibra rapidamente. O time ganhou confiança. Alguns jogadores que eram muito criticados como Diego Gonçalves, o Barreto em particular, se mostraram utilíssimos – afirmou Dapieve, continuando:

– Não é aquele time que a torcida tem a escalação na ponta da língua como se diria antigamente, mas a torcida sabe qual é o time, como vai jogar, e os jogadores também sabem. Isso faz uma diferença marcante do trabalho do Enderson para o Chamusca. O Chamusca agia de uma maneira tal que você não sabia qual era o time titular, ele mexia muito na equipe e não era só por conta de lesão ou suspensão, era ele tentando achar o grupo. E o Enderson achou o grupo titular mais rapidamente, você sabe inclusive também quais serão as substituições e que elas vão funcionar, porque o Chamusca fazia algumas que você sabia que não iria mudar muita coisa.

Arthur Dapieve falou também sobre o centroavante Rafael Navarro, que marcou o décimo gol dele nesta Série B mesmo com seu futuro indefinido no clube – o contrato acaba em dezembro e uma renovação é cada vez mais distante de acontecer.

Ele tem sido constante e muito profissional. Não acertou a renovação de contrato, tinha proposta, mas não fez disso uma novela, não se incompatibilizou com a torcida e nem com a diretoria, continua jogando do mesmo nível que ele vinha jogando antes dessa questão da renovação – frisou.

Fonte: Redação FogãoNET e SporTV

Notícias relacionadas