Galvão Bueno elege Eduardo o craque da rodada e exalta vitória do Botafogo: ‘Estava quase noivo da zona de rebaixamento e tirou a aliança’

27 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Galvão Bueno elege Eduardo o craque da rodada e exalta vitória do Botafogo: ‘Estava quase noivo da zona de rebaixamento e tirou a aliança’
Reprodução/SporTV

A vitória do Botafogo sobre o Fortaleza foi muito destacada pelo narrador e apresentador Galvão Bueno no programa “Bem, Amigos!”, do SporTV, nesta segunda-feira (5). Os lances do jogo na Arena Castelão foram deixados por último no programa de propósito, para que Galvão ressaltasse a importância do resultado para o Glorioso, que abriu cinco pontos de distância para a zona de rebaixamento.

– Era um jogo no qual não era o favorito, porque o Fortaleza estava numa arrancada, sonhando em colar no Santos, com casa lotada. Foi uma grande vitória do Botafogo, uma vitória importantíssima. Jogar lá contra o Fortaleza ou contra o Ceará é casa cheia, pressão, é um estádio grande, pesado – iniciou Galvão.

– O Botafogo estava precisando de uma vitória dessas… Eu brinquei muitas vezes com o americano (John Textor) que não bastava ficar balançando a bandeira lá em baixo para a torcida, a que coisa não é bem assim (risos), tem toda uma história. Um time da importância do Botafogo respira agora, a cinco pontos da zona de rebaixamento, tem um pouco mais de tranquilidade para a sequência – completou.

Galvão também elegeu Eduardo, autor de dois gols na vitória por 3 a 1, como o craque da 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

– Eu não voto porque o jogador fez dois gols, mas pela importância, pela simbologia da vitória do Botafogo. O Botafogo estava quase noivo da zona de rebaixamento, agora tirou a aliança e respira. Precisava disso, pela importância que o Botafogo tem na história do futebol brasileiro – justificou Galvão, sendo acompanhado por outros dois debatedores.

– Voto no Eduardo pelos dois gols, pela movimentação, pelo simbolismo que tem essa vitória do Botafogo diante de um Fortaleza que estava mostrando sua verdadeira fisionomia neste segundo turno. O Eduardo é um jogador de meio de campo que organiza, mas com presença de área também – escolheu Paulo Cesar Vasconcellos.

– Eduardo. Pelo tamanho também, do jogo e do adversário. Não é fácil jogar dentro do Castelão, pode ser uma virada para esse time do Botafogo se recuperar e se distanciar daquela zona – disse Caio Ribeiro.

Fonte: Redação FogãoNET e SporTV

Notícias relacionadas