Gatito revela que médicos anteriores do Botafogo quase acabaram com sua carreira; goleiro tem proposta de renovação e outras opções

119 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Gatito revela que médicos anteriores do Botafogo quase acabaram com sua carreira; goleiro tem proposta de renovação e outras opções
Vitor Silva/Botafogo

Há um ano e dois meses sem jogar pelo Botafogo, Gatito Fernández quase encerrou a carreira precocemente. Foi o que ele revelou à “Rádio Uno”, do Paraguai, em entrevista reproduzida pelo site “Unicanal”.

O goleiro criticou os médicos anteriores do Botafogo e revelou erros da condução do processo.

– Estava com edema ósseo no joelho direito e o clube, com meu médico particular, tratou de não chegar à cirurgia. Perdi muito por esse motivo, mas quando melhorou uns 90% e voltei a treinar, o edema voltou a aparecer e se decidiu pela cirurgia – contou Gatito.

– A situação dentro do meu clube estava muito mal conduzida. Os médicos do Botafogo quiseram me fazer uma cirurgia que nunca havia sido feita em nenhum atleta. Se eu aceitasse, teria acabado minha carreira. Hoje esses médicos já não estão no clube graças a Deus. Era a segunda lesão que conduziam mal comigo. Perdi confiança com o corpo médico porque a cada dia me dizia coisas diferentes, me deixavam confusos e por isso escolhi Carlos Frutos como meu médico particular. Ele sugeriu a cirurgia quando o edema voltou, salvou minha carreira. Podia ter operado antes, mas hoje é fácil dizer isso – explicou.

Há um mês treinando com o elenco, Gatito indicou estar plenamente recuperado. Ele revelou ter proposta para renovar com o Botafogo e outras alternativas para a carreira.

O Botafogo já me mandou uma proposta para renovar, tenho possibilidade de continuar no clube, mas meu representante está analisando outras opções – completou.

Banner black november loja FogãoNET/Estilo Piti

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas