Irmãos Moreira Salles se oferecem para pagar construção de escola no Lonier; Botafogo traça planejamento para CT e estádio

35 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Irmãos Moreira Salles se oferecem para pagar construção de escola no Lonier; Botafogo traça planejamento para CT e estádio
Vitor Silva/Botafogo

O Espaço Lonier, comprado pelos Moreira Salles e utilizado pelo Botafogo, tem uma estratégia planejada para os próximos anos. E envolve mais uma doação dos irmãos ao clube. Em evento realizado pela Torcida Jovem do Botafogo no último fim de semana, John Textor falou abertamente sobre os planos para o local.

O investidor da SAF alvinegra já teve diversas conversas com Walter e João Moreira Salles, que pretendem construir uma escola no CT.

Quando nós chegamos, não estavam nem cortando a grama. Não adianta ter bons jogadores se não dermos suporte. Venho dizer que tenho um ótimo relacionamento com os irmãos Moreira Salles, eles são pessoas maravilhosas. Me escreveram uma longa carta para ensinar sobre a história do Botafogo, sobre a evolução do futebol brasileiro e me ensinaram a entender sobre muita coisa. Me fizeram uma oferta, e é claro que eles doaram o local, para construir uma escola para os garotos terem educação. Os jogadores não vão aprender apenas a jogar futebol, mas ter acesso a educação. O dinheiro eles literalmente se ofereceram para doar, coisa de coração. É algo além do que podem imaginar, são pessoas ótimas – disse Textor, segundo o “Lance!”.

Os planos são a longo prazo. Para 2023, a tendência é a equipe profissional se estabilizar no Lonier.

O Lonier no ano que vem será apenas para a equipe principal, nós vamos fazer mais dois campos, vamos demolir as estruturas que estão lá ainda. Isso vai ser bom enquanto estamos criando um projeto para um terreno mais no Rio que também vai abraçar o time profissional. Quando isso acontecer o Lonier ficará para ser a escola. Tudo será perto para ajudar o Botafogo – encerrou Textor.

Em relação a estádio, John Textor tem planos para o Nilton Santos.

Eu não quero sair do Nilton Santos. Vão dar controle total do estádio por 50 anos, vamos nos livrar da pista de atletismo. Vamos gastar menos dinheiro do que o esperado porque já tem muita estrutura construída, posso gastar US$ 50 milhões e ter uma nova arquibancada em volta do campo. Usaremos a estrutura atual para criar novas arquibancadas mais próximas do gramado, vejo isso no Crystal Palace, nós precisamos disso. Na parte atrás dos gols, onde sobrará muito espaço, podemos criar estandes, restaurantes criar coisas para as pessoas na Zona Norte. O prefeito nos deu um pedaço enorme de terra, é perto da Barra da Tijuca, do Lonier – completou.

Fonte: Redação FogãoNET e Lance!

Notícias relacionadas