Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Série B

13/06/21 às 16:00 - Raulino de Oliveira

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Remo
REM

Série B

05/06/21 às 21:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

2

X

0

Escudo Coritiba
CTB

Série B

28/05/21 às 21:30 - OBA

Escudo Vila Nova
VLN

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Lutador do UFC se declara ao Botafogo: ‘É a cachaça que a gente não consegue parar’

26 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Lutador do UFC, Edson Barboza é torcedor do Botafogo
Adriano Albuquerque/SporTV

Edson Barboza volta ao octógono neste sábado, no Toyota Center, em Houston, no UFC 262, contra Shane Burgos. O peso pena, em conversa com a ESPN, falou sobre o seu fanatismo pelo Botafogo.

Barboza é até símbolo de um bandeirão da Fúria Jovem, uma das principais organizadas do clube carioca. No seu nocaute espetacular com um chute rodado no UFC 142, contra Terry Etim, em 2012, ele soltou um ‘É a Fúria, mané’ na entrevista no octógono. A frase faz parte de uma das músicas da torcida do Fogão.

Hoje vendo o time na Série B, Edson Barboza reconhece a situação difícil.

“Está desesperador. Eu acompanhava muito, ficava louco, mas fui me distanciando um pouquinho, mas sou botafoguense. Mas o Botafogo não me ajuda. Engraçado que só esse ano eu já comprei duas camisas. É a cachaça que a gente não consegue parar. Quanto mais eu sofro, mais eu gosto”, disse Barboza, à ESPN.

E a paixão pelo Botafogo já passou para uma nova geração na família Barboza. O filho do lutador, Noah, de apenas 6 anos, já teve até aniversário temático do clube, mesmo sempre morando nos Estados Unidos, a milhares de quilômetros de distância de General Severiano.

“Ao mesmo tempo que sou felizaço do moleque ser botafoguense eu falo ‘putz, o moleque vai sofrer de ser botafoguense, igual ao pai’. Ele é mais botafoguense do que eu. Várias vezes eu fui sair e falei ‘Noah, vai lá no teu quarto e pega tua roupa mais bonita pra gente sair’. Ele vai e volta com a roupa do Botafogo, com a camisa, bermuda…”, revelou Barboza.

“Eu tenho as manhas também. Está passando jogo e o Botafogo está ganhando e eu falo ‘vem Noah!’. Aí toma gol, eu falo ‘vai pra lá, vai pra lá…’. Então ele acha que o Botafogo só ganha. Mas fico feliz dele ser mais um botafoguense sofredor”, finalizou.

Fonte: ESPN Brasil

Notícias relacionadas
Comentários