Marçal exalta projeto do Botafogo e elogia Luís Castro: ‘Gosto muito do estilo de treino que ele dá’

18 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Marçal em Santos x Botafogo | Campeonato Brasileiro 2022
Vítor Silva/Botafogo

Primeiro reforço do Botafogo na segunda janela, o lateral-esquerdo Marçal não tinha a expectativa de voltar ao futebol brasileiro após dois anos na Premier League. No entanto, o projeto do Glorioso sob a direção de John Textor o atraiu. Mas que projeto é esse? O jogador explica.

– Ele (Textor) tem passado para os jogadores aquilo que ele explana para vocês, que é um clube no qual esse ano vamos trabalhar para ficar na Primeira Divisão. Internamente queremos surpreender os torcedores e trazer mais alegrias, mas o projeto é esse para esse ano e, a partir do ano que vem, começaríamos a brigar por coisas maiores, começaríamos a correr atrás de troféus. Isso me motivou. Ofereceram um contrato mais longo, e isso me fez acreditar mais no projeto. Estamos remando todos juntos para conquistar os objetivos – afirmou Marçal, no podcast “GE Botafogo”.

Um dos atrativos para jogar no Botafogo, além do convite do amigo Rafael – padrinho de dois de seus quatro filhos -, foi o técnico Luís Castro. Marçal contou que obteve ótimas referências de jogadores portuguesas sobre o trabalho do treinador e agora comprovou isso na prática.

– Eu já tinha jogado contra o Luís Castro, acompanhava o trabalho dele, mas não o conhecia pessoalmente. Os jogadores portugueses do Wolverhampton falam que o Luís Castro é um dos mais queridos, eles acreditam que seja dos treinadores portugueses um dos que tenha mais capacidade. Falam muito bem dele – disse Marçal, continuando:

– Tive contato com o Luís Castro em dia de jogos e foi superpositivo. Estou contente para caramba com o que tenho visto. Em termos de treino, sem querer puxar sardinha, dos últimos dois treinadores portugueses que eu tive, o Luís Castro, em termos de dinâmica, gosto mais desse estilo de treino ele dá. Estou gostando muito do mister. É um profissional que me agrada bastante.

Fonte: Redação FogãoNET e podcast GE Botafogo

Notícias relacionadas