Mazzuco: ‘Não tratamos permanência na Série A como meta, é muito pouco para o tamanho do Botafogo. Obrigação nossa ter esse primeiro objetivo e depois voos maiores’

123 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Mazzuco: ‘Não tratamos permanência na Série A como meta, é muito pouco para o tamanho do Botafogo. Obrigação nossa ter esse primeiro objetivo e depois voos maiores’
Vitor Silva/Botafogo

O Botafogo traça planejamento deste com permanência na Série A, possível vaga na Sul-Americana e perspectiva de futuro com ‘resultados mais consistentes’ na próxima temporada. Em entrevista coletiva, o diretor de futebol respondeu se a meta é apenas ficar na elite do Campeonato Brasileiro ou se já é possível almejar vaga em competições sul-americanas.

– Não digo mudança de objetivo, mas esse é um fato interessante. Não tratamos a permanência como meta, é muito pouco para o tamanho do Botafogo, é uma obrigação nossa ter esse primeiro objetivo e depois alcançar voos maiores. Seja a meta que for, tem que ganhar jogos. Quanto mais jogos ganharmos, mais próximos estaremos de objetivo maior. Passamos por momento de transição e oscilação por não ter o grupo iniciando o trabalho, não é fácil, tempo de adaptação, sofremos com lesões, tudo que vocês já sabem e é repetitivo. Não é desculpa ou justificativa, é a realidade. Temos elenco com mais sustentação, queremos que dê tempo de o (Luís Castro) desenvolver esse grupo e termos resultados mais consistentes. Podemos pensar em Sul-Americana, acho que vai abrir bastantes vagas. Se conseguirmos ter a solidez, isso pode ser uma consequência. Nosso grande foco é que esse grupo inicie o trabalho com pré-temporada bem feita, calendário de Série A e calendário sul-americano, se Deus quiser. Para isso, temos essas rodadas para fazer tudo acontecer – declarou Mazzuco.

Em 12º lugar, com 26 pontos, o Botafogo volta a campo domingo, para enfrentar o Juventude, em Caxias do Sul.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas