Negociado há quase um mês, PV ainda é o líder do Botafogo em números defensivos entre laterais

37 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

PV - Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

Depois de se destacar pelo Botafogo, Paulo Victor foi anunciado como novo reforço do Internacional no dia 25 de junho. Mesmo há quase um mês fora de General Severiano, o jogador ainda é o melhor lateral do Alvinegro no setor defensivo – pelo menos, é o que dizem os números. Na Série B, PV ainda é o líder do time em interceptações e o terceiro com mais desarmes – ele está, inclusive, à frente de todos os laterais do Glorioso nestes quesitos.

Segundo o site “FootStats”, ao lado do zagueiro Gilvan, PV é o líder do Botafogo em interceptações na Série B. Em seis jogos com a camisa alvinegra na competição, o jovem jogador conseguiu seis. Na sequência, aparecem o volante Luís Oyama, o lateral-esquerdo Guilherme Santos e o meia Chay, todos com cinco interceptações. O lateral-direito Daniel Borges vem depois, com quatro.

Ainda vale ressaltar que deste espaço amostral, PV é o que tem menos jogos pelo Botafogo na Série B. Daniel Borges tem 11, Gilvan e Chay, dez e Luís Oyama e Guilherme Santos, oito.

Ainda segundo o site FootStats, empatado com Rafael Navarro, Paulo Victor é o terceiro jogador do Botafogo com mais desarmes na Série B, com dez. Na frente, estão Marco Antônio e Gilvan, com 13 e Luís Oyama lidera o quesito, com 14. Os laterais Guilherme Santos e Daniel Borges tem nove desarmes até aqui. Ainda vale a mesma ressalva que de todos os nomes citados neste parágrafo, PV é o que teve menos partidas com a camisa do Alvinegro.

Inicialmente, após a perda de PV, parecia que o Botafogo não iria ao mercado em busca de laterais. Pelo menos foi o que afirmou o até então técnico Marcelo Chamusca, após a derrota para o Sampaio Corrêa, em partida válida pela sétima rodada da Série B.

– Foi o primeiro jogo que o Guilherme fez como lateral-esquerdo (comigo) e a gente tem boas opções na posição. A ideia é adaptar. O Paulo Victor estava muito bem encaixado na mecânica da equipe e, quando você troca, requer um tempo para isso voltar. Tenho certeza que o Guilherme vai nos propor mais qualidade nos próximos jogos – afirmou Chamusca, que ainda completou.

– Não gosto de ficar lamentando, quero falar dos atletas que tenho na posição. Temos o Rafael Carioca, Hugo (do sub-20), que é uma opção. O trabalho do treinador é adaptar o mais rápido possível. A contratação de um lateral não é um planejamento nosso, não – disse à época.

No entanto, essa não deve ser a direção que a diretoria do clube tomará para o futuro. O Alvinegro já abriu negociações para repatriar o lateral-esquerdo Jonathan, do Almería, da Espanha, que tem passagens pelas categorias de base e pelo time profissional do Botafogo.

O fato é: depois da saída de PV, o Botafogo ainda não teve um jogador a altura para substituí-lo. Guilherme Santos e Rafael Carioca não conseguiram se firmar na posição e o jovem Hugo recebeu oportunidades apenas no começo do ano. Independentemente de quem conquistar a lateral-esquerda, o Alvinegro volta a campo no próximo sábado, às 19h, contra o Goiás, no Estádio Nilton Santos, em partida válida pela 13ª rodada da Série B.

VEJA OS NÚMEROS DE CADA LATERAL DO BOTAFOGO NA SÉRIE B

Paulo Victor: cinco jogos/ dez desarmes certos/ seis interceptações
Guilherme Santos: oito jogos/ nove desarmes certos/ cinco interceptações
Rafael Carioca: cinco jogos/ cinco desarmes certos/ duas interceptações
Daniel Borges: 11 jogos/ nove desarmes/ quatro interceptaçõe
Warley: nove jogos/ sete desarmes/ três interceptações
*Jonathan está lesionado e ainda não estreou na competição

** Todos os dados desta matéria foram retirados do site “FootStats”

Fonte: Terra

Notícias relacionadas