Para valorizar a marca, Botafogo adota nova postura em negociação com patrocinadores

27 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Chay em Cruzeiro x Botafogo | Série B do Campeonato Brasileiro 2021
Reprodução/Premiere

A atual temporada representou ao Botafogo mudanças em todos os sentidos. Dentro de campo, o clube briga na parte de cima da tabela da Série B para conquistar o acesso. Fora das quatro linhas, o Alvinegro adotou uma postura de profissionalização e mudança de mentalidade, que visa a aquisição de resultados esportivos e administrativos a médio e longo prazo.

Não é novidade que, nos últimos anos, o clube tem enfrentado dificuldades na captação de novos parceiros. Mesmo com entraves financeiros, a diretoria atual trabalha para fortalecer a credibilidade do clube e recuperar a força da marca no cenário nacional e internacional. Em temporadas passadas, o desespero por receitas imediatas fez o Alvinegro fechar acordos por valores muito baixos, cenário que não vem se repetindo em 2021.

Neste ano, o clube contratou o CEO Jorge Braga e o diretor de negócios Lênin Franco, que deram início à ideia de transformar o posicionamento da agremiação perante o mercado publicitário. Após um diagnóstico da situação da instituição, os executivos entenderam que seria necessário resgatar a credibilidade do Botafogo e adequar as propostas em valores considerados justos.

– Estamos buscando novos investidores e mostrando que o Botafogo é um clube que entrega aquilo que promete. Nós reformulamos a precificação, o clube se precificava muito mal, fizemos esse ajuste para valores que o mercado normalmente paga. Além da adequação na precificação e recuperação de credibilidade, um outro pilar trabalhado por nós é o de inovar na entrega que oferecemos para cada tipo de parceiro – explica Lênin Franco.

Recentemente, houve um acerto com a EstrelaBet para exposição nas mangas do uniforme e o valor do contrato foi maior do que o realizado anteriormente, quando o time disputava a Série A. Para o patrocínio máster, o clube chegou a receber uma proposta nas últimas semanas, mas recusou por entender que os valores não foram adequados.

– Para conseguirmos melhores contratos, realizamos uma mudança de postura em relação ao setor comercial. Estamos trabalhando em três pilares específicos: retomar a confiança dos investidores, ajustar os valores das negociações e entender o que cada patrocinador espera do clube em termos de resultados – completa o diretor de negócios do Botafogo.

Seguindo essa linha de pensamento: de valorização da marca e aquisição de novas receitas, o Alvinegro lançou no mês passado sua loja virtual para vendas via e-commerce, em parceria com a empresa FutFanatics. O clube apostou em preços mais acessíveis e vendeu, em um mês, mais camisas do que o antigo operador havia vendido no período de um ano.

Aos poucos, o Botafogo vai retomando a confiança da torcida e do mercado ao mostrar que escolhe um novo caminho, não só na busca por novos patrocinadores, mas também na valorização de seus materiais esportivos.

Fonte: Terra

Notícias relacionadas