Proposta da Volt para o Botafogo é de dois anos de contrato e prevê controle das lojas físicas

201 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Camisa da Volt Sport
Divulgação/Volt Sport

A proposta da Volt Sport feita ao Botafogo – e que agradou os dirigentes alvinegros – prevê dois anos de contrato e uma série de benefícios e garantias ao clube, informa o “Lance”. A marca brasileira, sediada em Joinville e fundada no início do ano, quer tornar o Glorioso seu carro-chefe.

A Volt prevê controlar as lojas oficiais físicas do clube, no Estádio Nilton Santos e em General Severiano, que encontram-se fechadas desde que o antigo contrato foi rompido, no meio do ano. Além disso, há a liberdade para o Botafogo participar do design do uniforme, o que já acontece com a Kappa.

A empresa brasileira aposta também na distribuição e garante ao Botafogo ter capacidade de produzir mais de um milhão de camisas numa fábrica própria, e oferece um valor fixo por mês e variáveis por cada peça vendida nas lojas oficiais – as cifras seriam as maiores em relação aos outros clubes já parceiros.

O Botafogo, acrescenta a reportagem, ainda não bateu o martelo oficialmente, já que a Kappa – atual fornecedora – ainda pode realizar uma proposta por contrato. A repercussão negativa da torcida em relação à Volt é levada em consideração pela diretoria alvinegra, mas a parte financeira e a distribuição estão em primeiro lugar.

Fonte: Redação FogãoNET e Lance

Notícias relacionadas