PVC destaca valentia e coragem do Botafogo; Rizek: ‘Não era a previsão inicial, mas está de olho em G-4’

36 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

PVC destaca valentia e coragem do Botafogo; Rizek: ‘Não era a previsão inicial, mas está de olho em G-4’
Vitor Silva/Botafogo

O Botafogo em uma semana saiu da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro para próximo da zona de classificação para a Libertadores. O time alvinegro venceu São Paulo e Internacional, este último por 3 a 2 no domingo, no Beira-Rio, mesmo com um jogador a menos praticamente a partida inteira.

Paulo Vinícius Coelho, no podcast “A Mesa”, do “GE”, exaltou o que o Botafogo fez para superar a arbitragem;

– Começa que o árbitro foi lambão do início ao fim, deu um pênalti que não existiu, de jeito nenhum. A expulsão do Luís Castro também atrapalha. O primeiro tempo foi de reação, mas com muita bola longa, para dar casquinha no Erison e segurar bola. As saídas do Alan Patrick e Wanderson contribuíram para a piora do Internacional, mas o Botafogo teve valentia enorme, coragem para jogar futebol e levar perigo, até chegar ao gol e vencer de maneira épica. O ponto central é que subiu de 17º na terça para sétimo no domingo à noite – destacou PVC.

O jornalista André Rizek acredita que o time pode sonhar com voos maiores no Brasileirão.

– O Botafogo, embora não seja a previsão inicial, está de olho em G-4. Deu sinais legais. É o segundo jogo seguido do Carli, jogou bem contra São Paulo e Inter. Vi o melhor jogo do Patrick de Paula, não foi atuação espetacular, mas esteve ligado. Piazon também, pela primeira vez vi ser jogador útil, não que apenas entra em campo e passeia – apontou Rizek.

– O Botafogo teve tudo, frieza porque saiu perdendo e com uma expulsão, raça para jogar, estratégia para ganhar e perseverança porque correu atrás. Teve tudo, não me lembro de ter faltado nada ao Botafogo no Beira Rio – completou Rizek.

Fonte: Redação FogãoNET e podcast A Mesa (GE)

Notícias relacionadas