Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Com saídas e lesões, Botafogo se vê obrigado a reforçar a defesa

23 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Treino do Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

Os números dizem por si só: com 11 gols sofridos em 9 jogos na Série B, o Botafogo tem média superior a 1 gol/jogo na competição, o que acende o sinal de alerta para a necessidade de contratações. Mais ainda quando o torcedor vê o setor perder jogadores para outros clubes ou para o DM e reforços não chegarem.

Na zaga, o Botafogo conta no momento apenas com Gilvan, Kanu e o machucado Carli. O jovem Lucas Mezenga, do sub-20, tem completado o banco, que até o início do mês tinha Sousa, hoje no Cercle Brugge, da Bélgica. Para o gol, o Alvinegro tem cinco goleiros, mas dois estão no DM (Gatito e Cavalieri). No momento, Chamusca pode contar apenas com Douglas Borges e com os jovens Diego Loureiro (22) e Igo Gabriel (19).

Nas laterais, o drama é um pouco maior. Na direita, Jonathan está machucado e Daniel Borges é o único à disposição de Chamusca. O atacante Warley pode jogar improvisado no setor. No início do mês, o comandante tinha PV, mas hoje ele está no Internacional, por empréstimo. Na esquerda, o Bota conta com Guilherme Santos e Rafael Carioca, mas nenhum caiu nas graças da torcida, o que faz o técnico ter que recorrer ao sub-20 e buscar Hugo e Lucas Barros.

A diretoria reconhece que há a necessidade de buscar reforços, mas esbarra em limitações financeiras, o que pode comprometer o acesso do Botafogo à Série A.

Fonte: Jogada10

Notícias relacionadas
Comentários