Simon critica intervenção do VAR em suposto pênalti em Red Bull Bragantino x Botafogo e vê acertos em gols anulados

25 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Simon critica intervenção do VAR em suposto pênalti em Red Bull Bragantino x Botafogo e vê acertos em gols anulados
Reprodução/ESPN

Árbitro em três Copas do Mundo, Carlos Eugênio Simon criticou a recomendação do VAR Wagner Reway para que o árbitro Ramon Abatti Abel revisasse no monitor um possível pênalti de Victor Cuesta em Helinho na vitória do Botafogo sobre o Red Bull Bragantino por 1 a 0, nesta segunda-feira, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

– O árbitro está de frente para a jogada, não há ninguém na frente dele, está soberano no lance. O VAR não tem que se meter, tem que prevalecer a decisão de campo. Não é lance do Wagner Reway, VAR da Fifa. É um lance escandaloso? Não é. É um lance interpretativo? Sim. Portanto, o VAR não tem que se meter. Na minha opinião, não houve pênalti. O árbitro, com personalidade, assumiu a decisão de campo – opinou Simon, na “ESPN”.

O ex-árbitro, por outro lado, considerou acertadas as decisões do VAR ao anular dois gols do Red Bull Bragantino por impedimento – ambos teriam sido validados pelo auxiliar Henrique Neu Ribeiro. O primeiro gol anulado, marcado por Artur, gerou muita reclamação do Red Bull Bragantino, que prometeu ir à CBF pedir esclarecimentos sobre o jeito como as linhas foram traçadas.

– Ou a aferição das câmeras não está ajustada 100%, ou o corte da grama não está correto, por isso há a reclamação do (Mauricio) Barbieri (técnico do Red Bull Bragantino). Para mim, há sim o impedimento, o Artur está um pouco à frente. o VAR acertou – afirmou Simon, sobre o primeiro gol.

– Esse lance (segundo gol, de Natan) é muito difícil, é aquela questão do fio de cabelo. Não tem como ver no campo de jogo esse tipo de lance. Ou o cara acredita ou não acredita no software. É aquele fio de cabelo, a ponta da unha. Isso não teremos mais na Copa do Mundo, porque o impedimento será semiautomático, o robô que vai marcar – analisou Simon, em relação ao segundo lance.

Fonte: Redação FogãoNET e ESPN

Notícias relacionadas