Técnico do Botafogo atribuiu lesões a ano atípico com pandemia e elogia estrutura: ‘Temos muita coisa boa’

61 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Enderson Moreira e Chay em treino do Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

O Botafogo enfrentou o Confiança sem oito jogadores por problemas médicos, mas superou os desfalques e venceu em Aracaju. O técnico Enderson Moreira elogiou a estrutura que encontrou no clube e disse que o excesso de lesões estão mais atrelado ao calendário atípico afetado pela pandemia da Covid-19.

– Temos uma boa estrutura em termos de departamento médico, musculação, recuperação, fisioterapia, temos muita coisa boa. Não há nenhuma sobra, mas tem tudo bem montado para o que precisamos desenvolver. As lesões são vários fatores que podem influenciar. Tivemos um início de ano sem pré-temporada, não houve tempo de descanso, isso para todos os clubes, e isso afeta muito – explicou Enderson.

Atualmente, estão entregues ao departamento médico ou na transição os zagueiros Kanu (lesão na coxa esquerda) e Carli (lesão na coxa direita), o meia Chay (trauma na região lombar), o atacante Ronald (torção no tornozelo direito), o volante Luís Oyama (púbis) e os goleiros Gatito Fernández (edema no joelho), Diego Cavalieri (calcâneo) e Igo (lesão na coxa direita).

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas