Técnico do Botafogo reclama de chamada do árbitro de vídeo para juiz rever pênalti que não existiu: ‘Futebol precisa de um VAR do VAR’

58 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Luís Castro em Red Bull Bragantino x Botafogo | Campeonato Brasileiro 2022
Reprodução/SporTV

A atitude do VAR Wagner Reway de chamar o árbitro Ramon Abatti Abel para rever um possível (e inexistente) pênalti de Victor Cuesta, zagueiro do Botafogo, diante do Red Bull Bragantino, fez o técnico alvinegro Luís Castro falar do que não gosta: da arbitragem.

Na entrevista coletiva após a vitória do Glorioso nesta segunda-feira, em Bragança Paulista, Luís Castro criticou o intervencionismo do árbitro de vídeo.

– Como um VAR pode pedir ao árbitro para ver um lance em que não existe dúvida nenhuma? Coloca o árbitro em dificuldades, as equipes, o público… Está ali, serenamente, analisando pela câmera. O futebol precisa de um VAR do VAR – defendeu.

Após rever o lance por alguns minutos e nos mais diversos ângulos e velocidades possíveis, Ramon Abatti Abel decidiu manter a decisão de campo e nada marcou. A computação gráfica do VAR teve trabalho, anulando dois gols do Red Bull Bragantino por impedimento que seriam validados pelo assistente Henrique Neu Ribeiro em campo.

Fonte: Redação FogãoNET e GE

Notícias relacionadas