Textor revela chateação com jogos do Botafogo às segundas: ‘Tento trazer famílias e crianças, mas esses horários são horríveis para nós’

94 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Textor revela chateação com jogos do Botafogo às segundas: ‘Tento trazer famílias e crianças, mas esses horários são horríveis para nós’
Vitor Silva/Botafogo

Presente na parte de cima da tabela do Campeonato Brasileiro, o Botafogo não parece ter muito prestígio junto à CBF e teve três jogos marcados – dois no Nilton Santos – para segundas-feiras, contra Goiás e Avaí. A notícia pegou John Textor de surpresa e deixou o acionista do Glorioso incomodado.

Em participação na live do canal “Fala, Fogão” com a presença de outros veículos da mídia independente do Botafogo, Textor negou que tenha feito uma espécie de protesto contra a CBF ao realizar uma promoção de acesso grátis para sócios para o jogo do dia 6, mas não escondeu sua insatisfação.

– Sim, (o trânsito) é horrível… Fiquei realmente chateado quando li isso no FOGÃONET, então escrevi ao André Mazzuco perguntando se era verdade aquilo. Eu soube pela imprensa como todo mundo e pensei: “Eles estão doidos?” Eu tento trazer famílias, crianças, temos um público que é mais velho, porque é um clube lendário, eu tento trazer os jovens e essas decisões, com jogos noturnos, às segundas, são horríveis para nós – afirmou Textor.

O empresário disse que vai continuar trabalhando para conseguir outras receitas e manter os ingressos acessíveis para que o Estádio Nilton Santos continue recebendo grandes públicos.

– A ideia do acesso gratuito… É muito difícil para os pais pagarem ingressos para eles e também para as crianças. Estou tentando aumentar as receitas com patrocínio, marketing, TV, para manter os preços mais baixos. Ocasionalmente, sabemos que haverá um jogo mais difícil para sentir o estádio, sabe… Não é um protesto contra a CBF, se eu estiver chateado com eles converso diretamente com eles – completou Textor.

Fonte: Redação FogãoNET e Canal Fala, Fogão

Notícias relacionadas