Vice-presidente planeja volta do Botafogo ao topo do futebol brasileiro e diz: ‘Clube só existe hoje, depois de tantas mazelas, por causa da torcida’

54 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Vice-presidente planeja volta do Botafogo ao topo do futebol brasileiro e diz: ‘Clube só existe hoje, depois de tantas mazelas, por causa da torcida’
Vitor Silva/Botafogo

O Botafogo vive um início de ano animador. De volta à Série A, o clube aprovou a venda da SAF (Sociedade Anônima do Futebol) para o investidor John Textor e tem expectativa de rápido crescimento. Internamente, a diretoria mantém os pés no chão para seguir avançando.

Foi o que explicou o vice-presidente geral, Vinicius Assumpção, ao canal “Botafogo The News”.

– É um momento especial, muito importante para todo o futuro do Botafogo, para o futebol do clube. Há uma grande euforia da torcida, mas a direção está com pés no chão, ainda tem processo a ser cumprido, etapas para serem realizadas do que começamos a fazer em um ano de gestão, sob a liderança do presidente Durcesio Mello. Tivemos a votação do Conselho Deliberativo e depois Assembleia Geral, com aprovação maciça, mas ainda temos processo negocial sendo tocado pelo presidente, pelo CEO Jorge Braga e por uma equipe de botafoguenses supercompetentes. Estamos com pés no chão, mas com grande expectativa de concluir esse processo e dar guinada muito forte no futebol do Botafogo – afirmou Vinicius, que crê em times mais fortes.

– Todo o processo está sendo realizado para reforçar todo o departamento de futebol, os profissionais que envolvem, não só jogadores, como comissão técnica e também a base, para revelar novos talentos, o futebol feminino, para ter mais estrutura. Mas isso aí é o tempo, a mudança de realidade não é instantânea, precisa de transição. Mas é expectativa da torcida e também nossa, de ter time mais competitivo e por consequência vitórias, títulos e alegrias para a torcida – enfatizou.

O dirigente lembrou que ainda há pontos sendo discutidos, mas a tendência é John Textor manter o que está dando certo.

– É um processo de transição, os contratos, tudo que está em vigor, funcionários, quais ficam e quais não. Temos evitado falar para não causar confusão. E tudo é processo negocial, alguns foram concluídos, outros não. Acredito que os processos concluídos serão mantidos, mas a própria SAF pode rediscutir até contratos negociados. Vamos aguardar, ainda há etapas a serem cumpridas, o contrato em definitivo ainda não foi assinado. Vamos ter um empréstimo-ponte para pagar contas emergenciais, depois começa a vir o investimento após aquisição em definitivo – declarou Vinicius, que acredita na permanência do CEO Jorge Braga.

A tendência é o investidor manter a equipe, até para não perder a memória, mas a decisão é dele. Acredito que boa parte da equipe, principalmente quem está na cabeça, o CEO Jorge Braga, fique. Não há nenhuma expectativa ou vontade do investidor, se concretizado o processo, em fazer mudança drástica – adicionou.

Vinicius Assumpção ainda falou diretamente para os torcedores.

– Queria deixar um último recado à torcida do Botafogo, que considero a mais apaixonada do Brasil. Esse clube hoje só existe, depois de tantas mazelas que fizeram com ele, por causa da sua torcida, que sempre abraçou o clube, o time, nunca abandonou. Todo esse processo, que começou há um ano atrás, só está sendo possível porque tem uma torcida como a do Botafogo. Tudo está sendo feito com um único objetivo, o Botafogo ter condições de voltar ao topo do futebol brasileiro e dar alegrias a essa torcida – finalizou.

Veja o vídeo:

Fonte: Redação FogãoNET e canal Botafogo The News

Notícias relacionadas