Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Taça Rio

16/05/21 às 11:05 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Vasco
VAS

Taça Rio

09/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Nova Iguaçu
NOV

0

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Carioca

02/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

0

X

0

Escudo Nova Iguaçu
NOV

Demitir Chamusca agora seria insano, mas entrevista após empate do Botafogo só deixa torcida mais irritada

272 comentários

Blog da Redação

Blog da Redação

Compartilhe

Marcelo Chamusca - Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

Sem pré-temporada e tendo de montar um time praticamente do zero após um tenebroso 2020, Marcelo Chamusca ainda não engrenou no Botafogo. O treinador tem feito mudanças, teima com algumas peças, adota algumas escolhas questionáveis e vai criando um clima ruim com a torcida.

É claro que demitir Chamusca agora é insano. Afinal, o elenco foi montado com o dedo dele, com jogadores indicados por ele, atletas que ele já conhece e que ele sabe como e até onde podem render. E o Botafogo não dispõe de recursos para poder sair contratando por aí.

Trocar de treinador agora só vai fazer o Botafogo repetir um dos erros de 2020: a falta de sequência de um trabalho e de tranquilidade. A nova diretoria alvinegra faz bem em dar tempo para o técnico trabalhar em paz, e o principal objetivo é conquistar o acesso à Série A lá no fim do ano.

Agora, certas atitudes não ajudam. Fora as escolhas questionadas pela torcida que todos já sabem dentro de campo, fora dele Marcelo Chamusca também vai contribuindo para a irritação da torcida, impaciente com toda a razão devido aos sucessivos anos sem títulos e com muitos dramas.

Chamusca é um estudioso da bola, tem bons trabalhos, mas às vezes parece querer explicar demais uma situação e acaba metendo os pés pelas mãos. Na entrevista coletiva depois do empate com o Volta Redonda, o treinador ressaltou o fato de o Botafogo ter enfrentado o novo líder do Campeonato Carioca.

Com todo respeito ao ótimo time do Voltaço, o Botafogo terá sempre a obrigação de quando entrar em campo vencer este adversário em qualquer competição. Além do tamanho dos clubes, há uma enorme diferença em investimentos, faturamentos, folha salarial. Não dá para justificar um resultado desta forma.

Em outra resposta, quando falou sobre o estreante Rafael Carioca, Chamusca disse que marcar Alef Manga é muito difícil. O atacante do Volta Redonda tem feito uma baita temporada e é claro que requer atenção, mas daí a colocá-lo neste nível é um exagero. Manga nunca jogou nem uma Série B.

Banner de produtos com frete grátis na loja do FogãoNET: carteira, bolsa de academia e máscaras

Além de se irritar com algumas declarações que demonstram certo apequenamento do Botafogo, é duro ver que diversos jogadores dos clubes de menor investimento teriam vaga hoje no elenco alvinegro. O próprio Alef Manga é um exemplo, assim como Oliveira (lateral-direito do Voltaço), Jean (lateral-esquerdo do Boavista), entre outros. Hoje, o Glorioso não consegue ser superior a times como Volta Redonda, Portuguesa e Boavista.

Neste momento de reconstrução, é imperioso evitar encher ainda mais o saco da nossa impaciente e imensa torcida. E foco na decisão de quarta-feira na Copa do Brasil, contra a ABC!

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas
Comentários