Uma série de levantamentos feito pelo jornalista Rodolfo Rodrigues, da Revista Placar, nesta quinta-feira despertou a curiosidade do torcedor nessa paralisação forçada do futebol por conta da pandemia do novo coronavírus. E basta uma análise mais aprofundada para destruir o argumento daqueles que gostam de dizer que o Botafogo sempre briga para não cair no Campeonato Brasileiro.

O jornalista fez uma série de gráficos mostrando o desempenho das equipes no Brasileirão de pontos corridos com 20 clubes, entre 2006 e 2019, rodada a rodada. O FogãoNET foi atrás da calculadora para medir a “posição média” de cada um dos 12 principais clubes do país, e a situação do Botafogo, apesar de estar longe do que todos nós queríamos, não é nem de perto a pior.

Mesmo com todas as dificuldades financeiras e a má vontade de grande parte da imprensa, o Botafogo teve um desempenho médio superior a Santos (10º neste ranking), Fluminense (11º) e Vasco (12º). Arredondando, o Botafogo teria o 9º lugar como posição média e ficaria muito próximo do Flamengo, que ocuparia a oitava colocação neste levantamento do G-12 (confira a tabela abaixo).

Loja do FogãoNET por Estilo Piti | O Site oficial do torcedor do Botafogo | Cupom de 10% de desconto

No ranking elaborado por este blog com base nos números do jornalista Rodolfo Rodrigues, o São Paulo, campeão três vezes, lidera (posição média: 6ª), à frente de Grêmio (que não foi campeão nenhuma vez neste período), Corinthians (quatro títulos), Internacional (nenhum título), Cruzeiro (três conquistas) e Palmeiras (duas).


Na memória do torcedor botafoguense, apesar de diversas campanhas medíocres e outras de sofrimento em relação ao rebaixamento – em 2014 houve a queda -, tivemos o lendário Carrossel Alvinegro em 2007 e time de Seedorf e companhia em 2013. E em 2011 chegamos a brigar pela ponta, com um bom time. Estamos longe do que gostaríamos, mas também não chega a ser um desastre completo como muitos por aí gostam de vociferar.

Botafogo ficou mais no G-4 do que no Z-4

No dia anterior, o jornalista publicou outros números que mostram que o Botafogo não é um protagonista na Série A. Apesar de ter liderado 20 rodadas no total destas edições (mais do que Grêmio, Internacional e Vasco), o Glorioso é o único do G-12 que não conseguiu terminar uma edição entre os dois primeiros colocados (o melhor desempenho foi o 4º lugar em 2013).

No quesito G-4, o Botafogo só fica à frente do Vasco em rodadas entre os quatro primeiros (exatas 100). Já em relação à zona de rebaixamento, Vasco e Atlético-MG dividem essa incômoda liderança, com 95 rodadas – o Botafogo ficou no Z-4 em 91 jornadas de 2006 para cá. Ou seja: o Fogão esteve mais vezes no G-4 do que na zona da degola.

Não é motivo para comemorar, claro. Queremos e merecemos mais! Que venha a S/A!

Fonte: Redação FogãoNET