Ideia de emprestar Erison pode ser válida, mas obviamente não nesse momento; Botafogo precisa dele agora

59 comentários

Blog da Redação

Blog da Redação

Compartilhe

Ideia de emprestar Erison pode ser válida, mas obviamente não nesse momento; Botafogo precisa dele agora
Vitor Silva/Botafogo

Em teoria, a ideia de John Textor e de seu estafe no Botafogo de emprestar Erison para ganhar rodagem na Europa com a camisa do Estoril pode ser interessante. Mas, definitivamente, o atual timing não é propício.

Fazendo campanha muito aquém até aqui no Campeonato Brasileiro, o Botafogo não pode abrir mão de seu artilheiro agora. Erison é um primor técnico? Claro que não. Mas tem força, faz gol (já são 15 em 2022), briga, ajuda a roubar bolas na frente.

O Botafogo convive com lesões e até mesmo o camisa 9 contratado agora há pouco – Tiquinho Soares – ainda não tem condições de jogar. Então, qual é o sentido de liberar o artilheiro do time nessa altura do campeonato?

Com muito investimento em análise de dados e scouting, John Textor e sua equipe têm elementos suficientes para considerar que Erison pode ajustar deficiências em outro futebol e se valorizar. Mas, agora, a prioridade do Botafogo precisa ser somar pontos, e isso passa por ter Erison à disposição.

Depois, em novembro, com o Botafogo já tendo definido sua vida na Série A – de preferência classificado para alguma competição internacional -, aí sim pode valer emprestar Erison na janela de inverno na Europa, porque haverá tempo de sobra para se planejar 2023.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas