Marcelo Benevenuto se machucou na vitória por 2 a 1 do Botafogo sobre o CSA, quando saiu no intervalo com um problema muscular. Um mês depois, voltou em ótima forma na vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians. O jovem zagueiro, de 23 anos, põe a alma e o coração em campo, como pede a música da torcida e o clube precisa.

Cabe a Alberto Valentim encontrar um espaço para ele. Pode ser como zagueiro no lugar de Carli, pode ser mudando o esquema para três zagueiros, pode ser na lateral direita, pode ser como volante. Certo é que Marcelo não pode sair do time.

Em todas as posições, ele sempre correspondeu. Tem velocidade incrível, recuperação acima da média, joga sério, vibra a cada jogada, impulsão e é perigoso no ataque. Sem contar que tem um potencial enorme para crescimento, para se tornar ídolo ou para uma futura venda, que ajudaria os combalidos cofres alvinegros.

Desde que entrou em um jogo de alto risco contra o Colo-Colo (CHI) na Libertadores de 2017 e se agigantou, Marcelo Benevenuto merece chance de ter sequência. Chegou a hora!