Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

X

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

X

Escudo Botafogo
BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda
VRE

2

X

2

Escudo Botafogo
BOT

Dupla do penta mundial do Brasil, Ronaldo e Rivaldo quase jogaram no Botafogo

0 comentários

Blog da Redação

Blog da Redação

Compartilhe

Dupla do penta mundial do Brasil, Ronaldo e Rivaldo quase jogaram no Botafogo
Divulgação/CBF

Ronaldo e Rivaldo foram os principais nomes da Seleção Brasileira pentacampeã do mundo em 2002, sobretudo na final contra a Alemanha, reprisada neste domingo pela TV Globo. O que pouca gente sabe ou lembra é que os dois quase jogaram no Botafogo.

Faltou apostar em Ronaldo

O Fenômeno poderia ter despontado no futebol no Botafogo em 1992. Promessa do São Cristóvão, ele comprado pelos empresários Reinaldo Pitta e Alexandre Martins por U$ 7,5 mil.

– Acho que o Ronaldo veio para a gente com 14 anos e nisso deveria ter 15 para 16. O primeiro clube que falei do Ronaldo foi o Botafogo. Eu liguei para um diretor conhecido, que se motivou, mas não deu atenção. Nessa época, levamos o Valber (ex-Botafogo e Fluminense) para o São Paulo. Era um clube organizado há muitos anos… Tinha um diretor muito competente. Falamos do Ronaldo, mas eles não contrataram. Não houve acerto financeiro com eles. O Cruzeiro topou pagar o valor e levou. Às vezes, não tinham as informações. Um jogador do Rio de Janeiro, jogando no São Cristóvão – afirmou o empresário Reinaldo Pitta, ao site “Globoesporte.com”, em 2016.

Outro personagem importante da época foi Jairzinho, o Furacão, técnico de Ronaldo no São Cristóvão. Porém, o ídolo do Botafogo não gosta de falar do tema. Ele teria descoberto o Fenômeno e dado dicas dentro de campo, mas não foi reconhecido.

Prefeito tentou ajudar a contratar Rivaldo

No fim de 2003, após voltar à Série A do Campeonato Brasileiro, o Botafogo sonhou com a contratação de Rivaldo, que estava de saída do Milan. E tinha um apoio de peso: o prefeito Cesar Maia, botafoguense, queria ajudar a trazer o reforço.

– Há uma verba promocional (da Prefeitura) que queremos usar no esporte. Fizemos um lance ao Botafogo para ajudar na vinda do Rivaldo – explicou Cesar Maia ao site “Globoesporte.com”.

A ideia era uma ação de marketing, estampar o logotipo dos Jogos Pan-Americanos de 2007 na camisa do Botafogo. Poderia ser contratado um craque para cada grande do Rio de Janeiro. Mas não evoluiu.

Rivaldo confirmou ter recebido a proposta, mas preferiu acertar com o Cruzeiro, que iria disputar a Libertadores e tinha o técnico Vanderlei Luxemburgo. No fim de fevereiro de 2004, apenas dois meses após a contratação, Rivaldo deixou o clube mineiro, em solidariedade ao treinador demitido.

E aí, Ronaldo e Rivaldo teriam dado certo no Botafogo?

Fonte: Redação FogãoNET

Comentários