Valeu, Chay! Reforço do Cruzeiro, meia foi fundamental no acesso do Botafogo, jogou no sacrifício e merece reconhecimento

133 comentários

Blog da Redação

Blog da Redação

Compartilhe

Chay, do Botafogo, com troféu da Série B do Campeonato Brasileiro de 2021
Vítor Silva/Botafogo

Com a chegada de John Textor, o Botafogo passou para outra prateleira. Mas nada disso seria possível sem o acesso no ano passado, com direito a calendário atropelado pela Covid-19. Dito isso, vale aqui uma mensagem de gratidão ao Chay, que está sendo emprestado ao Cruzeiro e já viajou para Belo Horizonte.

O camisa 14 perdeu espaço no atual elenco alvinegro, o que é natural à medida que reforços mais qualificados chegam. Mas isso não exclui o passado. Chay foi uma figura fundamental na campanha do acesso em 2021, ao lado de nomes como Rafael Navarro e Diego Gonçalves e, claro, do técnico Enderson Moreira.

Quando saiu a notícia de que Chay estaria de malas prontas para deixar o Botafogo – primeiro seria para o Bahia, mas depois o Cruzeiro entrou na frente -, notamos algumas mensagens mais desgostosas sobre o jogador por parte da torcida alvinegra. Todos têm direito a opinião, mas algumas críticas parecem injustas.

Banner da loja do FogãoNET

Chay chegou ao Botafogo como uma aposta vindo da Portuguesa-RJ. Recusou propostas financeiras maiores para vestir a camisa do Glorioso. É um jogador com características bem particulares: nunca se firmou num grande clube, brilhou no Fut7 e conseguiu, já com seus 30 anos, enfim despontar.

Sem lastro físico por conta de sua trajetória, Chay jogou praticamente toda a Série B pelo Botafogo no sacrifício com dores no joelho esquerdo. Para não desperdiçar a chance da sua vida, continuou atuando e adiou a artroscopia para corrigir o problema para o mês de dezembro, abrindo inclusive mão de boa parte das férias.

Chay também mostrou-se sempre uma figura importante no vestiário e carismática junto aos torcedores, rendendo a ótima canção-meme “Eu vi o Chay“. Agora, nosso Chayene terá a oportunidade de vestir a camisa de outro gigante do futebol brasileiro e ajudar o Cruzeiro a continuar trilhando o caminho de volta à Série A.

Boa sorte e obrigado, Chay!

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas