Derrota nos bastidores? Botafogo acerta em romper com Ferj e peitar Flamengo mesmo perdendo dinheiro

91 comentários

Blog do Gentile

Blog do Gentile

Compartilhe

Joel Carli, Gabriel Barbosa e arbitragem em Botafogo x Flamengo | Campeonato Carioca 2022
Reprodução/Cariocão TV

O Botafogo abriu guerra contra a Ferj (Federação de Futebol do Rio de Janeiro) ao decidir não assinar a péssima proposta da entidade na venda dos direitos de transmissão do Campeonato Carioca de 2023.

Ao lado do Vasco, o Glorioso decidiu dar um basta na forma como tudo vinha sendo conduzido. Desde que bateu o pé e forçou rescisão com a Globo, o Flamengo vinha recebendo mais que os rivais e a insatisfação cresceu até o recente rompimento.

Esse ano foi uma grande oportunidade para que os três se juntassem para lutar contra o sistema, mas o Fluminense, ao que tudo indica, deve roer a corda para ficar ao lado do Flamengo – quanta surpresa! Mais que isso. Deve usar o racha entre Botafogo e Vasco com a Ferj, que se aproveitou da situação para dar um gordo aumento ao Tricolor. Sem qualquer vergonha, a cara nem tremeu. Pulou o muro para ficar junto do que parece ser sua paixão platônica — mas não antes da reeleição do presidente Mário Bittencourt.

No formato atual, com Fla, Flu e todos os pequenos, a Ferj deverá conseguir vender o Carioca para alguma televisão já que não terá ‘apenas’ Botafogo e Vasco. No entanto, se posicionar contra um sistema repleto de obscuridade nas últimas décadas deixa o torcedor orgulhoso e aliviado. E não há dinheiro que pague isso.

Notícias relacionadas