Luís Castro tem boa leitura, mas precisa resolver os problemas do Botafogo

219 comentários

Blog do Gentile

Blog do Gentile

Compartilhe

Luís Castro em Coritiba x Botafogo | Campeonato Brasileiro 2022
Reprodução/Premiere

O Botafogo vem de duas partidas de nível ruim. Essa é a verdade. Diante de América-MG e Coritiba, o time até ficou com a posse de bola, mas produziu pouquíssimo.

Em ambas viu o adversário abrir o placar. Só conseguiu se lançar ao ataque no final da partida, na base do coração. A irritação da torcida é nítida. Mas vem as coletivas e o técnico Luís Castro mostra saber exatamente onde esta pisando. Tem uma leitura de jogo perfeita e deixa claro que não está perdido.

Porém, por mais que essa característica seja elogiável, o português está ali principalmente para resolver esses problemas. E isso não está acontecendo por enquanto.

Após sua primeira derrota pelo Botafogo, Castro foi cirúrgico ao analisar o desempenho do time. Citou a falta de finalizações e deixou claro que esta tentando mudar isso. Sobrou até para os jogadores.

Chegamos muitas vezes à zona de finalização, mas não finalizamos, não selecionamos, não tomamos a melhor decisão. Essa tomada de decisão é algo que está sendo fatal ao longo do que foi a temporada até hoje. A equipe vai bem até lá, mas chegando lá, não consegue entrar na última linha. É algo que faz parte das características do jogador, e é o que estamos tentando modificar nos trabalhos diários. Vai chegar o momento em que nossa percentagem de posse de bola vai se efetivar em finalizações com qualidade, que é o que tem nos faltado – analisou.

Ficou claro. Luís Castro tem seu estilo de jogo e não vai abrir mão disso. Os jogadores terão que entender e se encaixar. Eles têm pouco mais de dois meses até a abertura da janela de transferências ou poderão perder espaço para os reforços, que certamente não serão poucos.

Instagram do FogãoNET (@fogaonet)

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas