Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Botafogo precisa investir na motivação do elenco para evitar queda

24 comentários

Blog do Mansell

Blog do Mansell

Compartilhe

Botafogo precisa investir na motivação do elenco para evitar queda
Vítor Silva/Botafogo

A diretoria do Botafogo no meu entender errou na contratação de Eduardo Barroca. O elenco precisa de um perfil motivador de técnico, algo que passa longe do estilo do substituto de Ramón Díaz. Neste cenário, com a decisão já tomada, é preciso minimizar os impactos. E uma das formas passa por motivar o elenco.

Pode parecer até ridículo motivar jogadores profissionais que ganham bons salários. Mas este tem sido um nítido problema do plantel. A motivação primeiro passa por acreditar que é possível ganhar. Os constantes gols sofridos no fim dos jogos, a dificuldade de reagir dentro do jogo e até mesmo a falta de capacidade de matar jogos passam exatamente por acreditar que é possível ganhar.

Se colocarmos o time do Botafogo no papel e compararmos com outros times do Campeonato Brasileiro, o risco de rebaixamento não seria uma realidade. Mas a apatia é gigantesca dentro de campo. Me recordo do jogo de volta contra o Cuiabá, quando o time precisava ganhar e não conseguiu fazer nada em campo.

Botafogo está apático

Eduardo Barroca em Botafogo x Chapecoense | Campeonato Brasileiro 2019
Eduardo Barroca não tem perfil de motivador (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

Motivação é um trabalho que exige sequência. O Botafogo fez um belo jogo contra o Goiás, dominou o adversário e criou inúmeras oportunidades de gol. Mas a bola não entrou. O elenco, em vez de trabalhar para mudar o quadro no jogo seguinte, ficou apático e se abateu porque o gol não saiu.

Por fim a motivação também serve para mostrar o que representa o Botafogo. Os jogadores precisam entender que uma queda em um campeonato como o Brasileiro por um clube de expressão marca negativamente qualquer carreira.

Sugiro que o clube traga palestrantes que possam fazer a diferença, inclusive ex-jogadores que ganharam títulos pelo clube. É possível reverter a situação. Mas se a diretoria ficar imóvel, isso não acontecerá.

Notícias relacionadas
Comentários