Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Botafogo vive momento crucial. Decisões de agora vão definir a Série B

59 comentários

Blog do Mansell

Blog do Mansell

Compartilhe

Caio Autuori, Marcelo Chamusca e Eduardo Freeland - Ceará x Botafogo
Reprodução/Premiere

A diretoria do Botafogo tem uma batata quente nas mãos. O momento é o mais importante do clube na Série B. As decisões aqui tomadas vão ter consequências para o bem ou para o mal na sequência da competição. A derrota para o CRB colocou fogo no parquinho.

O diretor de futebol Eduardo Freeland e o técnico Marcelo Chamusca são questionados pela torcida. Assim o presidente Durcesio Mello vai ter que decidir, provavelmente em conjunto com o CEO Jorge Braga e com o vice Vinícius Assumpção, o futuro da dupla.

O x da questão é saber se as mudanças vão surtir efeito e analisar com calma e frieza o momento. Até o jogo de ontem o Botafogo tinha perdido dois jogos com clara interferência da arbitragem. Se o apito não tivesse interferido o Glorioso estaria seguindo a lógica para se dar bem em um torneio de pontos corridos: ganhar em casa, onde tem 100%, e empatar fora. O primeiro revés sem que ninguém possa responsabilizar a arbitragem veio em Alagoas.

A falta de dinheiro fez o clube perder peças importantes. A saída de PV desmontou o lado esquerdo e pelo visto não há solução no elenco. Só não sentimos o drama da perda de Sousa porque Kanu e Gilvan ainda não levaram o terceiro cartão. Além disso os dois principais jogadores ofensivos, Chay e Ronald, não conseguem visivelmente jogar noventa minutos. Não há reposição à altura. Será que a troca de Chamusca, que ajudou a montar este plantel, resolveria o problema?

Estou muito à vontade para colocar isso na mesa, pois disse várias vezes que o treinador não percebeu a diferença entre dirigir o Cuiabá e o Botafogo. Mas no jogo contra o CRB não dá para colocar na conta dele. Quando o time estava perdendo o aspecto físico ele precisou mudar e não tinha peças à altura. Alguém pode garantir que Diego Loureiro vai fechar o gol na vaga do inconfiável Douglas Borges? Entendo que ele indicou nomes equivocados. Mas será que tinha orçamento para fazer melhor?

Freeland montou mal o elenco

Eduardo Freeland - Botafogo
Eduardo Freeland cometeu erros em alguns nomes

Sobre Freeland o elenco realmente apresenta sérios erros de montagem. Considero que o Botafogo precisa de um profissional mais experiente no posto. Alguém que conheça vestiário e mercado. Como foi Antônio Lopes no acesso em 2015. O x da questão é: mudar agora vai adiantar? Há dinheiro para fazer melhor agora?

O importante é manter a calma pois as ações de agora vão definir o sucesso ou o fracasso no futuro. A crise é muito séria no aspecto financeiro. Trocar pro trocar não vai adiantar nada. Mesmo que isso sirva para acalmar os ânimos.

Notícias relacionadas
Comentários