Jefferson representou muito para o Botafogo. A sua despedida, recheada de emoção, na noite de segunda-feira apenas finalizou um processo vitorioso em General Severiano. Mas para se ter a exata noção do que ele marcou em termos de Glorioso é preciso se lembrar do antes.

Jefferson teve passagem pelo clube entre 2003 e 2005. Porém, foi no seu retorno, a partir de 2009, que ele realmente escreveu seu nome na história do Botafogo. Quando ele retornou o Alvinegro vinha de três finais perdidas para o Flamengo. Duas delas em cobranças de pênaltis. Max, Castillo, Renan e alguns outros menos votados não conseguiam transmitir segurança ao time.

Na primeira final com Jefferson o Botafogo foi campeão carioca e ele ficou marcado por uma grande defesa em cobrança de pênalti de Adriano. Aquele lance mostrou um Glorioso mais confiante, sem entrar em campo se sentindo derrotado, como aconteceu nas decisões anteriores. Justiça seja feita, Loco Abreu contribuiu muito também para que este estigma fosse deixado de lado.

Jefferson ficou no Botafogo em momentos bem complicados

Jefferson também não deixou o Botafogo na mão como muitos outros que fizeram grandes jogos pelo time, mas enxergavam o clube como uma vitrine. Quantos jogadores fizeram boas temporadas pelo Alvinegro e logo buscavam outros clubes, motivados por maiores salários.

Sei que muitos vão falar que Jefferson tinha um salário top e isso não é mentira. Mas a maioria dos atletas após um rebaixamento, brigando para se manter como titular na Seleção Brasileira, deixaria o Botafogo ou qualquer outro clube na Série B. Ele não. Se manteve fiel e ali permaneceu ajudando no acesso.

Esses fatos mostram que Jefferson teve uma importância muito maior do que títulos e grandes jogos. Ele ajudou torcedores a terem um sentimento diferente em relação ao clube. Principalmente os mais jovens.

A história de Jefferson chegou ao fim como jogador do Botafogo. Mas com certeza seu nome nunca será apagado e as gerações de torcedores que ele ajudou a cultivar vão manter suas defesas sempre vivas. Parabéns, campeão!

LEIA TAMBÉM:
CEP ou Mufarrej? deixo a escolha para depois
Vamos falar de arbitragem?
Botafogo não pode ceder Caio Alexandre de graça
Leonardo Valencia ainda tem muito a dar ao Botafogo
Renan Gorne, Lucas Campos, Leandro Carvalho… Botafogo deve ter um timaço
Moreira Salles no Botafogo: clube já viveu épocas douradas
Botafogo e os pontos que ficaram pelo caminho 
Botafogo precisa começar a planejar 2019
Quem deve ficar no Botafogo em 2009?