Rizek pede um motivo para crer na reação do Botafogo no Brasileirão-2020, e jornalistas apontam esperança

12 comentários

Boletim do C.E.

Boletim do C.E.

Compartilhe

André Rizek, Carlos Eduardo Lino, Galvão Bueno e Henrique Fernandes fala sobre o futuro do Botafogo no Campeonato Brasileiro 2020
Reprodução/SporTV

O jornalista André Rizek lançou um desafio na tarde desta quinta-feira (26/11) para os seus companheiros do programa Seleção SporTV ao pedir um motivo para acreditar na recuperação do Botafogo no Campeonato Brasileiro-2020. Após 22 rodadas disputadas, o Glorioso ocupa a penúltima colocação na tabela de classificação com apenas 20 pontos.

Black friday produtos do FogãoNET para torcedores do Botafogo


– Eu queria me apegar a um motivo para acreditar que o Botafogo vai escapar. Vou lançar esse desafio. Me deem um motivo para acreditar que o Botafogo vai reagir. Quem consegue? – perguntou Rizek.

Galvão Bueno, Carlos Eduardo Lino e Henrique Fernandes responderam ao apresentador, mas reconheceram que a situação é muito difícil.

Galvão Bueno: há coisas que só acontecem com o Botafogo (também para o bem)

– Tem uma frase histórica no futebol brasileiro que diz o seguinte: “há coisas que só acontecem com o Botafogo”. Para o bem e para o mal. É uma frase histórica do Botafogo e do futebol carioca. Mas eu acho muito difícil. O Botafogo se entregou ao jogo com muita vontade, mas a gente percebe que não tem capacidade de buscar reação. Vem de eleição anteontem, o time tem situação financeira muito difícil, não foi definida a questão da S/A, etc. Eu vejo o Botafogo com o futuro muito… Eu até torço pelo Botafogo nesse caso, pela tradição, essa a camisa é muito importante. Mas é muito difícil.

Instagram do FogãoNET (@fogaonet)

Lino: campeonato embolado e queda de rendimento de adversários

O campeonato ainda está muito embolado. É só isso que dá esperança para o Botafogo. Não é o futebol do Botafogo que recomenda algum tipo de otimismo. É a queda de rendimento dos adversários que pode criar algum tipo de aproximação. A família Díaz que assumiu a comissão técnica do Botafogo agora, está conhecendo o time. O campeonato está acabando e os caras estão dobrando lateral. Botando o Marcinho para jogar 90 minutos, quando ele não aguenta nem 45, tentando recolocar jogadores em campo que a gente não acreditava mais. Enfim, estão entendendo o elenco do Botafogo e o campeonato está indo.

Canal do FogãoNET no YouTube - Notícias e vídeos sobre o Botafogo

Henrique Fernandes: estabilidade para o trabalho de Ramón Díaz

Um motivo que pode ser positivo é que o Botafogo deve ter mais um pouco de estabilidade até o fim do Campeonato Brasileiro. Já fez muitas trocas de técnico e não acredito que o Ramón Díaz vá deixar o Botafogo até o fim do campeonato. É pouco provável que haja uma nova demissão. O elenco está fechado, ninguém sai, ninguém vem. Isso daí dá uma certa estabilidade para trabalhar internamente. A tabela do Botafogo é muito dura. O Lino foi preciso, a escalação ontem surpreendeu. Aparece o Marcinho jogando em uma segunda linha, mais adiantado, com o Kevin como lateral. Aparece o Rentería de novo no meio-campo, um meia de mais força física. O Warley, que fez o gol contra o Fortaleza, titular do lado esquerdo. O Pedro Raul jogando e não o Matheus Babi como centroavante. Matheus Babi nem entra no jogo, depois o Emiliano explicou que foi por uma questão física e fez uma gestão de elenco pensando no desgaste físico de alguns jogadores… E a tabela a curto prazo do Botafogo é duríssima. É bem verdade que agora há um espaço maior até o jogo contra o Flamengo. Mas depois tem Internacional, São Paulo, enfim, os times da ponta da tabela. O que pode representar também lá na frente no campeonato que ele vai pegar adversários menos fortes. Mas é um cenário muito difícil, hoje já há um distanciamento em relação ao primeiro fora da zona de cinco pontos. É um time que tem muita dificuldade para vencer. Mesmo quando o Botafogo não perdia, ele não parecia tão perto assim das vitórias. Algumas escaparam por questão de arbitragem e gol no fim, mas não parecia um time tão confiável. É isso que o Ramón Díaz que vai ter que encontrar daqui até o fim do campeonato: conseguir uma sequência de vitórias, uma já não basta, precisa de duas ou três para sair da zona.

Montenegro deposita esperança em Durcesio Mello, e presidente eleito reforça gestão profissional no Botafogo em seu mandato. Veja os vídeos abaixo e inscreva-se no canal do FogãoNET no YouTube:

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas