O Botafogo jogou um balde de água fria no Colo-Colo nesta semana. A diretoria alvinegra negou a possibilidade de negociar o meia Leo Valencia por empréstimo com o clube de Santiago.

Em entrevista ao jornal La Cuarta, do Chile, o vice-presidente de futebol Gustavo Noronha disse que o camisa 10 do Fogão não está disponível para ser negociado. O atleta tem contrato com o Glorioso até julho de 2020.

– É um jogador importante para o clube e não está no mercado. Não existe a opção de emprestá-lo. Se ele sair será com uma venda definitiva pela cláusula rescisória. Isso está estipulado no contrato – informou.

Apesar da vontade do técnico colocolino Mario Salas de contar com o futebol de Leo Valencia para fechar o elenco da temporada 2019, o dirigente do Botafogo afirmou ao Boletim do C.E que nenhuma proposta foi apresentada. No mês passado, no fim do Campeonato Brasileiro, a imprensa chilena também noticiou o interesse da Universidad de Chile no jogador. Além da dificuldade de pagar a multa rescisória, o salário do meia é considerado alto para o padrão do futebol chileno (cerca de R$ 260 mil).