Destaque nos treinos do Botafogo na primeira semana da pré-temporada no Hotel Fazenda China Park, no Espírito Santo, o meia Bruno Nazário foi finalmente apresentado na manhã deste domingo. Assim como o centroavante Pedro Raul, o jogador também elogiou a camisa alvinegra e estabeleceu uma meta pessoal para 2020.

– Caiu bem! – disse Nazário, logo após vestir a camisa entregue por Marco Agostini, membro do comitê executivo de futebol que acompanha a delegação em Domingos Martins.

“Nazashow”, como revelou ser chamado pelos amigos do futebol, chegou familiarizado com os apelidos do clube e as músicas da torcida. Chamou o Botafogo de “Fogão” e “Glorioso” e deu até uma palinha de um dos hits da arquibancada do Estádio Nilton Santos.

– Vamos, vamos, vamos, Botafogo! O clube que é mais tradicional! – cantou diante da imprensa.

Sobre os planos para temporada, Nazário traçou um objetivo individual. Ele quer terminar o ano com “14/15 assistências e fazendo gol também”. O atleta de 24 anos foi emprestado pelo Hoffenheim da Alemanha até dezembro. O Botafogo tem direito de compra no valor de 1,2 milhão de euros.

Assista aos vídeos e outros trechos da coletiva de Bruno Nazário abaixo:

EMPOLGAÇÃO COM O FOGÃO

– Estou muito feliz de vestir essa camisa do Botafogo, Fogão, Glorioso. A primeira vez que eu sentei e falei com meu empresário, fui muito feliz de escolher pelo Clube, pela camisa, pela história que tem. Hoje estou aqui para fazer uma grande temporada.

VERSATILIDADE PARA O TIME

– Sou versátil, aquele meia habilidoso, de bom passe. Mas trabalho também pelo lado direito, cortando para o meio, fazendo jogadas e isso faz o Valentim ter várias opções.

APELIDOS NO FUTEBOL

– Não. Mas todo mundo brinca com Roberto Firmino. Quando eu jogava no Athletico, me chamavam de Nazashow, Nazário.

AMIZADE COM FIRMINO

– Joguei com ele no Hoffenheim (ALE), a gente sempre está em contato no dia a dia. É um grande jogador. Ele vem me dando conselhos. Tenho certeza de que vai dar tudo certo. Eu postei foto nas redes sociais e ele me parabenizou e pediu para eu focar aqui. Ouvir isso dele é gratificante.

TRABALHO DE VALENTIM

– Ele sempre conversa comigo, procura saber como estou. Se for titular, estou aqui para ajudar meus companheiros. A gente sabe que ano passado foi um ano difícil, mas tenho certeza que esse ano vai ser diferente.

TEMPORADA NO ATHLETICO-PR

– Ano difícil. Tive lesões que não gosto nem de comentar. Mas hoje estou bem, o joelho está 100% e estuo preparado para dar a vida por este grande clube.

LANCE QUE ELIMINOU O FLAMENGO DA COPA DO BRASIL

– Os torcedores me lembram isso. Faz parte. Hoje estou aqui, vestindo a camisa do Botafogo e tenho certeza de que vai dar tudo certo. Tenho certeza que este ano vai ser de muita felicidade para mim, com gols e assistências.

POR DENTRO DO BOTAFOGO

– A gente vem pesquisando. Vamos, vamos, vamos, Botafogo! Clube que é mais tradicional! É isso.

META PESSOAL PARA 2020

– A gente sempre procura estar ali ajudando o centroavante. A meta de um meia são 14, 15 assistências no ano. E fazer gols faz com que a gente ajude o Botafogo.

Fonte: Redação FogãoNET