Jogadores rebaixados com o Botafogo em 2020 se destacam na Série A do Brasileiro

74 comentários

Blog da Redação

Blog da Redação

Compartilhe

Ex-Botafogo, Matheus Babi, Marcelo Benevenuto e Marcinho conversam após Athletico-PR x Fortaleza pelo Campeonato Brasileiro
Reprodução/Instagram

Marcelo Benevenuto, Rafael Forster, Marcinho e Matheus Babi. O que eles têm em comum? Todos foram rebaixados no ano passado pelo Botafogo, eram alvos constantes de críticas da torcida alvinegra, deixaram o clube e agora estão se destacando com outras camisas na Série A do Campeonato Brasileiro.

O zagueiro Marcelo Benevenuto talvez seja o maior exemplo dessa virada. Um dos vilões da péssima campanha do Botafogo no Brasileiro de 2020 e envolvido em problemas extracampo, o defensor acabou sendo emprestado ao Fortaleza e na capital cearense encontrou seu melhor futebol.

Benevenuto é titular do Fortaleza e o líder em rebatidas de todo o Campeonato Brasileiro, com 94. A grande campanha do Tricolor do Pici, atualmente quinto colocado, também ajuda Marcelo Benevenuto a estar, no momento, na seleção do Brasileirão do Prêmio ESPN Bola de Prata Sportingbet.

No Athletico-PR do diretor-técnico Paulo Autuori, dois jogadores são titulares absolutos depois de saírem do Botafogo. Matheus Babi, adquirido por R$ 12 milhões (o Glorioso ficou com R$ 3 milhões), é o artilheiro da equipe com três gols e deixou Renato Kayzer, destaque em 2020, no banco de reservas.

E o lateral-direito Marcinho, que responde na Justiça pelo acidente que vitimou um casal de professores na virada do ano no Rio, é o vice-líder em assistências de todo o Campeonato Brasileiro, com quatro passes para gol, atrás apenas de Gustavo Scarpa e Hulk. O Athletico-PR, vale lembrar, é o atual vice-líder da Série A.

Por fim, outro jogador que está se dando muito bem na Série A é o zagueiro Rafael Forster, com a camisa do Juventude, atual 12º colocado. O defensor, que também foi muito criticado pela torcida alvinegra na temporada passada, é titular, já usou a braçadeira de capitão e é o segundo jogador com mais rebatidas em todo o Brasileirão (93), atrás apenas justamente de Marcelo Benevenuto.

Banner de produtos com frete grátis na loja do FogãoNET: carteira, bolsa de academia e máscaras

Tem até treinador se dando bem

Eduardo Barroca, que teve uma campanha pífia pelo Botafogo no ano passado – uma vitória, um empate e dez derrotas -, vem fazendo um ótimo trabalho pelo Atlético-GO na elite em 2021. Até aqui, o Dragão tem quatro vitórias, um empate e três derrotas, campanha que o deixa na sétima colocação.

Outros estão deixando a desejar…

Claro, também há casos de jogadores rebaixados com o Botafogo em 2020 que não estão conseguindo se destacar este ano na elite. Bruno Nazário, por exemplo, vem sendo reserva no América-MG. O volante Zé Welison começou no banco do Sport, mas foi titular nos dois últimos jogos. E o colombiano Rentería, por sua vez, ainda nem sequer foi relacionado pelo Leão pernambucano.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas