Carlos Eduardo Sangenetto
30/05/2017
Rio de Janeiro (RJ)

Ciente das necessidades atuais do elenco do Botafogo, como problemas na lateral, na criação de jogadas e na hora de colocar a bola dentro da rede, o FOGÃONET separou alguns dos maiores destaques da fase de grupos da Libertadores de 2017 para ver se, de repente, desperta alguma atenção da diretoria alvinegra para uma possível negociação.

Alguns deles, o torcedor do Fogão conheceu de perto, foram rivais do Grupo 1 e defenderam as cores de Estudiantes, Atlético Nacional e Barcelona de Guayaquil. Outros receberam elogios dos botafoguenses que acompanharam outros jogos da competição. Vale lembrar que tais peças poderiam reforçar o Glorioso apenas no Brasileirão e Copa do Brasil.

Alô, Antônio Lopes! Se liga na lista abaixo!

– BOCANEGRA (Atlético Nacional)
lateral direito – 30 anos
R$ 4,1 milhões*

Bocanegra é nome certo na seleção colombiana do técnico José Pekerman e também o mais velho desta lista, mas apesar da idade, vem com boas atuações na fase de grupos, na qual foi titular em todas as seis partidas do Atlético Nacional. Uma das suas principais características é a condução da bola e o apoio ao ataque.

Bocanegra
– ALEMÁN (Barcelona de Guayaquil)
volante/meia – 21 anos
R$ 910 mil*

Quem não se lembra do cabeludo que deitou e rolou no jogo em Guayaquil, onde, inclusive, marcou o gol do Barcelona contra o Fogão? Jovem, rápido, ajuda na marcação e se solta para o ataque. Um jogador, no mínimo, interessante para ter no elenco. Mas abram o olho, já tem time brasileiro de olho no garoto!

Christian Alemán

– CHUMACERO (The Strongest)
meia – 26 anos
R$ 1,8 milhão*

Esse cara simplesmente é o artilheiro isolado da Libertadores, anotou oito gols até aqui. O meia, que já jogou no Sport, é praticamente um atacante, se destacando pelo raciocínio rápido e por ser um bom finalizador. O camisa 3 carregou o Strongest nas costas para as oitavas de final.

Chumacero

– AYOVÍ (Barcelona de Guayaquil)
atacante – 25 anos
R$ 2,6 milhões*

Mais um destaque ofensivo do time equatoriano. É uma das flechas do lado esquerdo do Barcelona que fez o Fogão sofrer no Nilton Santos, foi ele quem marcou o primeiro gol dos visitantes no Rio, nem Carli conseguiu desarmá-lo na corrida. Se parte da torcida pedia o retorno de Neilton, por que não Ayoví? Não ouvi!

José Ayoví

– OTERO (Estudiantes)
atacante – 22 anos
R$ 1,1 milhão*

Jovem, rápido também, já ganhava destaque entre os companheiros de Estudiantes desde o primeiro jogo da equipe na Libertadores. O camisa 7 colombiano, além de dar trabalho para marcação, é opção na bola parada (ele fez o gol de falta do time argentino no Niltão) e finaliza bem.

Juan Otero

– ZAMPEDRI (Atlético Tucumán)
atacante – 29 anos
R$ 6,9 milhões*

Já eliminado da Libertadores, o atacante argentino marcou cinco gols na competição, um deles contra o Palmeiras. O camisa 9 de Tucumán tem ótimo jogo aéreo, se posiciona bem para cabecear contra o gol adversário e puxa a marcação quando antecipa suas jogadas, dando trabalho para a defesa rival. No entanto, o artilheiro está fora dos gramados por um mês depois de precisar operar o joelho esquerdo.

Fernando Zampedri

Curtiram os nomes?
Colocariam mais algum na lista?
Dê sua opinião.

Saudações alvinegras!

* Todos os valores dos jogadores são estimados segundo o site Transfermarkt