Comentarista dos canais Fox Sports, Edmundo fez uma análise da chegada de Eduardo Barroca ao Botafogo. Em pauta no programa Expediente Futebol, exibido nesta terça-feira, estava a discussão de que se um técnico sem experiência à frente de uma equipe profissional teria condições de comandar o Fogão. O ex-jogador deu algumas “dicas” para o novo comandante alvinegro e disse que sua contratação talvez faça parte de uma “reestruturação do futebol do Botafogo”.

– Eu já passei, individualmente, pelos dois lados: de não respeitar um profissional mais jovem, mas também de ter muito respeito ao profissional que está tendo uma oportunidade, que é o caso do Eduardo Barroca. A questão é o dia a dia, é o cara ser honesto com o grupo, falar a verdade, tratar todo mundo igual e mostrar competência no trabalho. Jogador gosta de quem olha olho no olho. Se vai dar certo lá na frente ou não, é uma outra história. Talvez passe pelo Barroca a restruturação do futebol do Botafogo. Eu tenho um valor X mensal, só posso gastá-lo e o treinador que cabe no meu orçamento é esse – comentou.

Depois do consenso do Botafogo por Barroca, Edmundo sugeriu uma “comunhão” de todas as esferas do clube, pensando em um futuro com dias melhores no futebol. Ele ainda destacou o possível apoio dos irmãos Moreira Salles nesse processo.

– Mas o que eu acho que precisa, nesse momento de dificuldade, é uma comunhão de todos os setores: diretoria, comissão técnica, jogadores e torcida. O Botafogo é um clube gigante, que assim como outros, passa por dificuldade financeira, mas que tem perspectiva em função da grande camisa e da grande torcida. Eu ouvi dizer de amigos botafoguenses que os irmãos Moreira Salles mandaram fazer uma auditoria importante para que, a partir dos números encontrados, tenha um aporte financeiro. Então é questão de tempo para ter gente séria e com dinheiro para reerguer o futebol do Botafogo – finalizou.

Assista ao vídeo abaixo:

Fonte: Redação FogãoNET