O moleque não perde uma! Depois de ficar famoso em novembro de 2019 em um vídeo vibrando com a vitória do Botafogo sobre o Avaí, na reta final do Campeonato Brasileiro, e chamar a atenção do zagueiro Gabriel, hoje no Atlético-MG, o pequeno alvinegro Kayque começou 2020 com tudo. Na última terça-feira, acordou cedo para recepcionar sozinho o meia equatoriano Gabriel Cortez às 7h da manhã no Aeroporto Internacional Tom Jobim, e, na tarde desta sexta, representou a torcida ao ser o primeiro botafoguense a cumprimentar Keisuke Honda, reforço japonês do Fogão, no Rio de Janeiro.

Banner da loja do FogãoNET para faixa japonesa

A oportunidade surgiu quando Kayque da Rocha, de 10 anos, apareceu no saguão do Galeão com um cartaz, escrito em inglês, pedindo uma chance para tirar uma foto com Honda. A mensagem, publicada pelo repórter Luan Faro, da Rádio Brasil, sensibilizou Marcos Leite, empresário que conduziu a negociação do jogador com o Botafogo e estava no local.

Poucos minutos antes de Honda aparecer no portão D do desembarque internacional, Kayque foi chamado para o aguardado encontro com o maior astro do futebol japonês. Ele já estava em um espaço destinado especialmente para as crianças.

Estafe do Botafogo: Quem é o Kayque da Rocha?
Kayque: Eu!
Estafe do Botafogo: Vai lá!
Honda: Vem!

Sim, Honda o chamou em português, segundo relatos do menino. Kayke, além do cartaz que segurava, também resolveu dar para o camisa 4 um presente, que recém tinha adquirido com o irmão Maicon: a Faixa Konichiwa do FogãoNET. Empolgado, o garoto já quis amarrar a faixa na cabeça do reforço alvinegro, que surpreso reagiu:

– Calma! (risos)

O registro do momento foi feito por Vítor Silva, fotógrafo oficial do Botafogo. E a sensibilidade da imagem encantou os botafoguenses na internet. “Que momento espetacular”, Esse moleque é maneiro demais”, “Como é bom ver uma criança assim”, “Que fotão!”, “Quero morar nessas fotos” e “Muito lindo isso” foram algumas das dezenas de comentários no Twitter. Veja abaixo!

Banner da loja do FogãoNET para faixa japonesa

Banner da loja do FogãoNET para faixa japonesa

Fonte: Redação FogãoNET