A proposta de jogo do Botafogo, comandando pelo técnico Eduardo Barroca, sofreu com as críticas logo no retorno do time após a pausa do Campeonato Brasileiro para a Copa América. Durante a transmissão da partida contra o Cruzeiro, na tarde deste domingo, a falta de “volume criativo” do Glorioso foi destacada para os telespectadores da Rede Globo.

“Não é possível que esse seja o jogo do Botafogo”, comentou Bob Faria. Ex-jogador, Roger Flores reclamou diversas vezes da “demora” e da “lentidão” do Fogão na hora de criar as jogadas de ataque. O narrador Luís Roberto chegou a dizer que o duelo no Mineirão estava “modorrento”.

Entusiasta da maneira de jogar de Barroca, o patrocinador alvinegro Felipe Neto reagiu aos comentários negativos de Roger no Twitter. Segundo o empresário, a cornetagem estava “desproporcional”. Já no fim da partida, o comentarista fez uma breve análise mais centrada do que viu em Belo Horizonte.

“O Botafogo tem uma estratégia, mas o Cruzeiro não apareceu, está muito mal hoje”, observou Roger.

Agradando ou não a torcedores e a profissionais da televisão, o Botafogo retorna ao Brasileirão subindo uma posição na tabela de classificação. O empate sem gols fora de casa deixa o clube na 6ª colocação após dez rodadas disputadas. O próximo desafio é contra o Santos, no próximo domingo (21/07), às 11h, no reencontro com os botafoguenses no Estádio Nilton Santos.

Fonte: Redação FogãoNET