Emprestados pelo Botafogo, o lateral-esquerdo Victor Lindenberg (20) e o atacante Renan Gorne (22) foram campeões da Copa Verde, com a camisa do Paysandu. O Papão, que havia vencido a partida de ida da final contra o Atlético Itapemirim (ES) por 2 a 0, empatou o jogo de volta na noite desta quarta-feira, no Mangueirão, por 1 a 1 e levantou o troféu pela segunda vez.

Apesar da conquista regional, que garante ao time paraense nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2019 e cerca de R$ 2,5 milhões em premiação, Lindenberg e Gorne foram pouco utilizados na campanha do título. Das oito partidas disputadas, os dois tiveram apenas uma aparição e foram substituídos aos 20 minutos do segundo tempo. O lateral foi titular na finalíssima e o atacante começou jogando na estreia contra o Interporto, do Tocantins, em fevereiro.

Emprestado pelo Botafogo, Victor Lindenberg foi campeão da Copa Verde pelo Paysandu

VIBRA! Victor Lindenberg tem um gol na temporada com a camisa do Paysandu (Foto: Reprodução)

Cedidos ao Paysandu até dezembro, os jogadores devem receber mais chances durante a Série B do Campeonato Brasileiro. Nas cinco primeiras rodadas, Gorne já atuou contra o Brasil de Pelotas e o Juventude. Lindenberg ainda aguarda a primeira oportunidade na competição. Em toda a temporada, a parceria esteve em ação em oito jogos, marcando dois gols. Coincidentemente, eles foram os responsáveis pela vitória por 2 a 1 sobre o São Raimundo, no Campeonato Paraense (veja vídeo).