Torcedor do Botafogo vai a jogo de Israel pela Liga das Nações da Uefa e é perguntado sobre Zahavi por locais: ‘Achei incrível’

27 comentários

Carlos Eduardo Sangenetto

Carlos Eduardo Sangenetto

Compartilhe

Torcedor do Botafogo em Israel x Islândia | Liga das Nações da Uefa 2022
Arquivo pessoal

Foi assim com Luís Castro quando o técnico ainda estava no Catar e não seria diferente com Zahavi. Os torcedores do Botafogo estão por todos os lugares do planeta. Na última quinta-feira (2/6), um alvinegro fez questão de marcar presença em Israel 2 x 2 Islândia, pela Liga das Nações da Uefa, realizado em Haifa.

Morador da cidade do norte israelense desde 2021, Gabriel Uram passou a ter o costume de ir aos jogos do Maccabi Haifa e, por causa da negociação do Botafogo com Eran Zahavi, decidiu levar uma bandeira do Glorioso para as arquibancadas do Estádio Sammy Ofer.

A seleção israelense jogou contra a Islândia pela Nations League aqui em Haifa. Então eu decidi ir ao jogo e levar uma bandeira do Botafogo, por causa de toda a situação com o Zahavi, que é o maior artilheiro e o maior ídolo daqui de Israel – contou o botafoguense ao FogãoNET, depois de ter suas imagens divulgadas pelo Setor Visitante.

E a bandeira do Fogão chamou logo a atenção dos torcedores locais, que mostraram estar cientes das tratativas de Zahavi com o clube da Estrela Solitária após a despedida do atacante do PSV.

Muita gente no jogo me perguntou sobre o Botafogo e Zahavi e eu achei incrível que conheciam o Botafogo aqui. “Botafogo? Estão negociando com o Zahavi, né? Aí, eu dizia que sim e que gostaria muito que ele jogasse pelo Botafogo – continuou Gabriel ao Boletim do C.E.

Vale destacar que, por conta da recente cirurgia no joelho, Zahavi foi desfalque na partida pelo torneio continental. Mas o jogador não deixou de aparecer para os torcedores no estádio.

O Zahavi apareceu no telão. Mesmo não jogando por causa da lesão, passaram um videozinho dele chamando a torcida – registrou o botafoguense à coluna.

O Botafogo aguarda confiante “nos próximos dias” a resposta de Zahavi, que já acenou positivamente para a proposta alvinegra. E Israel volta a campo na próxima sexta-feira, 10 de junho, para enfrentar a Albânia, fora de casa. A Rússia compõe o mesmo grupo, mas não disputará a competição por conta da punição da Uefa pela Guerra na Ucrânia.

Instagram do FogãoNET (@fogaonet)

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas