Carlos Eduardo Sangenetto
01/11/2017
Rio de Janeiro (RJ)

O Lanús conseguiu uma virada espetacular no confronto contra o River Plate e se classificou para a grande decisão da Libertadores. Após perder o jogo de ida no Monumental de Nuñez por 1 a 0 e levar dois primeiros gols na partida de volta, em casa, em La Fortaleza, os finalistas fizeram quatro gols e conquistaram a vaga histórica e inédita.

Torcedores do Lanús comemoram vitória sobre o River Plate na semifinal da LibertadoresTorcedores do Lanús comemoram quarto gol em La Fortaleza (Foto: Reprodução/SporTV)

A eliminação do River Plate acontece dez anos depois e “nos mesmos moldes” daquele 4 a 2 traumático para todo torcedor do Botafogo, pelas quartas de final da Copa Sul-Americana de 2007. Na ocasião, o Fogão também venceu o jogo de ida no Rio de Janeiro por 1 a 0, com um golaço de Joilson, mas foi derrotado pelo mesmo placar em Buenos Aires com um triplete do atacante colombiano Falcao García.

River Plate 4 x 2 Botafogo - Copa Sul-Americana 2007

Não é a primeira vez que o Lanús desperta a atenção e mexe com o psicológico dos botafoguenses. Quarto colocado no Brasileirão-2013, o Glorioso teve de torcer, em dezembro, por um título do clube argentino sobre a valente Ponte Preta na final da Sul-Americana para se classificar para Libertadores-2014, o que acabou acontecendo e carimbando o passaporte alvinegro para a competição 18 anos depois.

Deu até para dormir bem. Hahaha! Bom dia!

Saudações alvinegras!

Lanús eliminou River Plate na semifinal da Copa LibertadoresJogadores do River Plate observam o gol derradeiro marcado por Alejandro Silva (Foto: Reprodução/SporTV)