Vivendo seus dias mais conturbados na temporada, o Botafogo recebe o Náutico neste sábado, às 16h30 (de Brasília), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ), pela 13ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O Glorioso não ganha há três partidas consecutivas, com direito a o 1 a 0 sofrido diante do Figueirense na última terça-feira, que custou a eliminação na Copa do Brasil. O resultado culminou com a demissão do técnico René Simões.

Neste sábado, o Botafogo será dirigido interinamente por Jair Ventura, filho do ex-jogador Jairzinho. Na competição, o Botafogo vem de derrota de 1 a 0 para o Bragantino, enquanto que o Náutico ganhou por 2 a 1 o clássico com o Santa Cruz. Porém, no meio de semana, o time pernambucano foi eliminado pelo Flamengo na Copa do Brasil.

A realidade dos dois times na temporada já seria suficiente para gerar a expectativa de um grande jogo. Esse sentimento aumenta pelo fato de ambos somarem 24 pontos e lutarem pelas primeiras posições nesta Série B.

“Esse jogo contra o Náutico é muito importante para o Botafogo porque não podemos pensar em outro resultado que não seja a conquista de uma vitória. Chegamos a fazer uma gordura nesta Série B, mas a perdemos nos últimos jogos e agora precisamos nos recuperar. Respeitamos o Náutico, mas apenas a vitória interessa”, disse o zagueiro Renan Fonseca.

Na visão do lateral-esquerdo Carleto, o Botafogo vai precisar de tranquilidade para ganhar.

“O Botafogo vem conseguindo fazer bons jogos em algumas ocasiões e a bola que antes entrava não está entrando, o passe que antes funcionava não está funcionando e isso tem gerado problemas. Mas não podemos deixar que o clima de intranquilidade tome conta da gente, pois apenas com equilíbrio vamos reencontrar o caminho das vitórias”, disse o lateral-esquerdo.

Em termos de escalação, Jair Ventura tem problemas. O volante Willian Arão, expulso contra o Bragantino, cumpre suspensão, enquanto que o meia Élvis, com entorse no tornozelo direito, foi vetado. Assim, Diego Giaretta terá a companhia de Octavio na marcação, enquanto que Daniel Carvalho e Tomas formarão a dupla de meias.

Pelo lado do Náutico existe uma grande preocupação com o Botafogo. Mesmo com o adversário em crise, o técnico Lisca liga o sinal de alerta.

“O Botafogo tem grandes jogadores e vem fazendo uma grande Série B. Não vamos cair na ilusão de esperar facilidades. Podemos ganhar, mas com muita transpiração”, disse Lisca.

Para este jogo, o Náutico não terá o zagueiro Ronaldo Alves, suspenso por ter sido expulso contra o Santa Cruz, e o lateral-direito Guilherme, vetado com dores na coxa direita. Flávio entra na zaga, enquanto que Lucas Farias vai estrear na lateral.

FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO X NÁUTICO

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 18 de julho de 2015, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)
Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Evandro Gomes Ferreira (GO)

BOTAFOGO: Jefferson, Luís Ricardo, Roger Carvalho, Renan Fonseca e Carleto; Diego Giaretta, Octávio, Daniel Carvalho e Tomas; Rodrigo Pimpão e Luís Henrique. Técnico: Jair Ventura

NÁUTICO: Júlio César; Lucas Farias, Flávio, Fabiano Eller e Gastón Filgueira; João Ananias, Willian Magrão, Marino e Gil Mineiro; Douglas e Stefano Yuri. Técnico: Lisca

Fonte: ESPN.com.br