O técnico Ricardo Gomes decidiu poupar a zaga titular do Botafogo na partida do último sábado, diante do Resende. Renan Fonseca e Emerson deram lugar a Carli e Emerson Silva e os zagueiros que entraram tiveram uma atuação tão boa que confundiram a cabeça do treinador. Gomes acha que ainda é cedo para definir a equipe que vai enfrentar a Cabofriense, no próximo domingo, pelo Campeonato Carioca, mas admitiu que pode fazer alterações no sistema defensivo.

O mais cotado para ganhar uma vaga é o argentino Carli que deixou ótima impressão na vitória sobre o Resende. Firme nas antecipações e praticamente imbatível no jogo aéreo, o defensor portenho tem grandes chances de continuar na equipe, o que deixaria apenas uma vaga para Renan Fonseca, o mais experiente, Emerson e Emerson Silva. Ricardo Gomes acha que o tempo trabalha a seu favor e que até sexta-feira, já saberá quem formará a dupla de zagueiro titular do time de General Severiano.

O técnico também vai esperar uma definição sobre a situação do meia uruguaio Salgueiro que ainda não está regularizado. Salgueiro chegou cercado de muitos elogios e tem boas possibilidades de ser efetivado, principalmente porque o rendimento dos meias Gervazio Nuñes e Lízio tem sido muito criticados dentro do clube. No jogo com o Resende, Lízio saiu no intervalo, enquanto Nuñez continou em campo, mas ouviu muitas reclamações da torcida, principalmente por causa da sua lentidão.

Ricardo Gomes vai conversar com Yaca Nuñez sobre o excesso de preciosismo na definição das jogadas. O treinador não esqueceu o que aconteceu diante da Portuguesa quando o argentino tentou marcar um gol de “letra” quando estava só diante do goleiro da Lusa e desperdiçou a chance, complicando a partida para o Botafogo. O treinador também pretende chamar a atenção de Luis Henrique. O jovem atacante foi advertido com um cartão amarelo, no último jogo, por simular um pênalti, quando poderia prosseguir na jogada, o que irritou muito o treinador.

Quem também pode ganhar uma chance de começar jogando é o volante Lucas Zen que voltou a defender o Botafogo depois de um período marcado por insucessos e incertezas. O volante entrou no lugar de Lízio no intervalo e, segundo o treinador, devolveu a estabilidade ao meio-campo alvinegro.

Lucas Zen estava há dois anos sem disputar partidas oficiais. Em 2014 foi emprestado ao Vitória, da Bahia, mas não encontrou espaço para jogar e retornou ao Botafogo. No ano passado, foi colocado em disponibilidade pelo técnico Renê Simões e quando foi reintegrado, sofreu uma grave lesão que o afastou dos gramados. Zen voltou a treinar com os titulares no início da atual temporada e recebeu, no sábado, a primeira oportunidade de voltar a vestir a camisa alvinegra.

Fonte: ESPN.com.br