Em situação delicada na Arábia Saudita, com o passaporte retido pelo Al-Ittihad, sem dinheiro, sem ter onde dormir e sem contrato, Jobson não voltará ao Botafogo. Apesar de o jogador ter contrato até o fim de 2015, o presidente Mauricio Assumpção descarta a possibilidade de retorno.

– É uma questão clara. Temos um contrato de empréstimo com o clube árabe e não vamos nos meter nessa questão jurídica. O advogado dele tem que receber. Todas as chances para ele jogar no Botafogo foram dadas e ele não aproveitou. Enquanto eu for presidente, não há espaço para ele. Se voltar, será emprestado – disse à Rádio Tupi.

Fonte: Redação FogãoNET